Registros da 4ª apresentação da terceira edição do Projeto Medianeira Instrumental

27 de abril de 2021 | Arquivado em Geral | 40 views

Depois de um ano sem poder realizar suas apresentações presenciais no Santuário Basílica da Medianeira, devido às medidas de prevenção ao coronavírus, o Projeto está de volta em forma de live, e os apreciadores de uma boa música assistiram a programação no conforto de sua casa.

A 4ª apresentação da terceira edição foi apresentada no dia 25 de abril, domingo, às 11 horas da manhã com transmissão ao vivo pelo Facebook do Projeto Medianeira Instrumental e Facebook e Instagram da CMP Produções Culturais.

O Projeto Medianeira Instrumental tem a finalidade de proporcionar aos internautas a cultura, através de apresentações de música instrumental.

A atração Foi o acordeonista Fernando Ávila e o Quinteto de Cordas com o concerto “A Lua de Santiago”, interpretando as composições de Ávila gravadas no CD A Lua de Santiago (2017), com arranjos e direção musical de Felipe Kirst Adami, e que foi indicado ao Prêmio Açorianos de Música 2019 na categoria Revelação do Ano.

O concerto apresenta o acordeom de uma maneira diferente, explorando a sua versatilidade como instrumento de concerto e popular em conjunção com a sonoridade do quinteto de cordas. Sendo assim, é feita uma viagem por uma atmosfera de gêneros platinos e brasileiros, como o chamamé, o tango, a milonga, e também o baião e a bossa nova.

O Projeto Medianeira Instrumental é uma produção da CMP Produções Culturais, através da Lei de Incentivo à Cultura Federal com realização da Secretaria Especial da Cultura – Ministério do Turismo. O evento conta com o patrocínio da Rede de Farmácias São João, Camnpal, Pampeiro, Peruzzo Supermercados e Rede Super.

SOBRE A ATRAÇÃO – A Lua de Santiago foi composta em homenagem ao menino Santiago, filho do compositor e amigo de Fernando, Róger Wiest, de modo a contemplar o olhar infantil sobre a vida, com sua inocência e descobrimento do mundo.

Também faz apologia ao personagem Santiago, do escritor Ernest Hemingway, que em “O Velho e o Mar” apresenta uma história de resiliência, paixão e perseverança, assim como a história de qualquer pessoa que batalha pelo seu “grande peixe” na vida.

Ainda durante a apresentação, Fernando Ávila e Quinteto de Cordas apresentaram no repertório duas novas composições que farão parte do próximo CD, a ser lançado em 2021, intitulado Solitude Gris, sendo elas a peça que dá título ao álbum e Tango Pour Carla.

Fotos: Franciele Volpatto/ Assessoria de Comunicação


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem