Enquete

Você aposta na classificação dos times gaúchos na Libertadores 2020?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Você é “de menos” ou “demais”? Sérgio Almeida

26 de junho de 2019 | Arquivado em Opinião | 37 views

Devido aos preparativos para o lançamento de mais uma edição do meu livro Sucesso é Viver na Contramão do Mundo, marquei uma reunião com Arcangelo Zorzi, o popular “Maneco”, proprietário da Maneco Livraria & Editora, para discutirmos o assunto. Como tive que aguardar alguns instantes, aproveitei para comer um quindim. Sou doido por quindim! (melhor que quindim, só mousse de limão sem gelatina). E, na livraria, tinha um café bem simpático, num cantinho charmoso e aconchegante, para a relaxante leitura de um bom livro.

     A moça que me atendeu, muito agradável e educada, após me entregar o doce, me ofereceu uma colher. Pensei: “Uma colher para o quindim? Espetacular!”. Uma empresa pode ter um ótimo produto, um excelente atendimento, mas se todas também têm, não há nenhum diferencial. No entanto, se o quindim tem uma colher, e o concorrente não tem, bingo! Esse pode ser uma ótima vantagem competitiva.

         E você, já parou para pensar sobre qual é o seu diferencial competitivo? Talvez seja proatividade? Quem sabe seja mestre em fazer um bom marketing pessoal? Ou, quiça, pratique a excelência no atendimento? Quando eu morava em Caxias do Sul e era proprietário da Loja da Eko’7, na Rua Os Dezoito do Forte, a gerente tinha todos esses atributos. Signe Nascimento, que atualmente é gestora da Tudo 123 Comércio de Utilidades, em Farroupilha, se esforçava para fazer as coisas acontecerem, sabia se vender como ninguém e os clientes adoravam seu atendimento personalizado. Signe não precisava usar uma camiseta com a frase: “Sou boa no que faço!”. Ela fazia muito bem o seu trabalho como se fosse a dona da empresa. Isso a tornava uma “profissional de menos”. “Peraí, Sérgio, ‘de menos’? Não seria ‘demais’?”. Vou explicar.

        Alex Kerber, amigo porto-alegrense, certa vez me alertou: “Um profissional diferenciado não é um cara demais, pois tudo o que é demais está sobrando, tem muito… na verdade, ele é um cara de menos. Ele é único. Ele não é apenas mais um no mercado”.

       Portanto, descubra e coloque em prática o que fará com que você se destaque em meio aos outros e, quando disserem: “Você é demais!”, rebata imediatamente: “Nada disso. Eu sou de menos, pois sou único”.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem