Enquete

O Grêmio escapa ou não do rebaixamento?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Vivemos preocupados. – Nilton Moreira

26 de março de 2021 | Arquivado em Opinião | 29 views

Nilton Moreira

Estrada Iluminada

Vivemos preocupados.

Interessante que existem situações que não vamos escapar nunca, e uma delas é o passamento, a morte como muitos dizem. Mas o passamento é algo certo em nossa existência e normalmente não comentamos sobre isso, pois sempre temos a esperança de que não acontecerá conosco.

Nos preocupamos em acumular somas que muitas vezes nem sabemos a realidade de nossos bens, pois muitos costumam mentir à receita federal por ocasião da declaração de renda que acabam acreditando que o informado é realmente a verdade.

Os noticiários estão ai pra gente ver, pessoas que em meio a pandemia, onde muitos estão isolados esperando uma vacina participam de baladas, encontros, como se nada estivesse acontecendo no mundo, a exemplo de um jogador famoso que recentemente foi preso por estar além de participando de aglomeração praticava delito em meio a lazer em um cassino de jogatina, o que é proibido por Lei.

Mas para que nos preocuparmos com a morte? Temos que nos ater a vida! Deus nos criou para a vida. Somos o princípio inteligente do universo e fomos criados para a eternidade, pois o Poderoso Arquiteto do universo não ia criar para destruir logo ali adiante! Temos um corpo perecível é verdade, cujo corpo é próprio de cada Planeta que vamos habitando ao logo das nossas inúmeras encarnações, como espírito/alma que somos.

O Ser mais perfeito que passou pela Terra nos disse que existem muitas moradas na casa do Pai. Talvez muitos não entenderam até hoje o que sejam estas moradas, mas elas são os diferente mundos que poderemos e até já habitamos em alguns! Também entendemos que a “Casa do Pai” é o universo!

Portanto não nos preocupemos com a morte física. Ela virá para todos nós. Preocupemos em cumprir com eficiência nossos objetivos pelos quais viemos à Terra. Claro que uns vão ter sofrimento nos momentos que se aproximar o passamento, enquanto que outros vão se ir serenamente, isto depende do merecimento de cada um.

A faze evolutiva nossa é diferente de uma pessoa para outra e isso é o que determina como vai ser o desencarne de cada um. Mas segundo os espíritos amigos nos informam em nossas reuniões e que também consta na literatura, a morte não é como algo que se arrebenta. É como se um laço fosse desatado.

Portanto amigos, vamos focar na vida. Proteger nosso corpo carnal. Nos cuidado para que a energia que temos dure o maior tempo possível.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Mensagem