Enquete

O alerta do coronaviris está mudando a sua rotina?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Suspeita de fraude expõe uma das mais importantes entidades de São Sepé

18 de novembro de 2019 | Arquivado em Geral, Rural | 4.576 views

Parque de Exposições do Sindicato Rural de São Sepé

Há mais de 30 dias surgiu boatos e rumores de que o Sindicato Rural de São Sepé, uma das mais importantes ligadas ao agronegócio do município, poderia estar envolvida em fraudes e escândalos financeiros.

Nossa reportagem desde então vem tratando com cautela esse caso, buscando informações e tentando no que se refere a fatos e não boatos, com a responsabilidade de bem informar nossos leitores. Até então não havia denúncias oficializadas, registros policiais e nenhuma ação judicial, porém muitas conversas de rua e boatos.

A partir do momento que um grupo de pessoas que se dizem lesadas, ingressou na Justiça, passamos a tratar mais diretamente do caso, buscando esclarecimentos com as partes envolvidas.

Nesta segunda-feira, 18, recebemos uma nota da diretoria do Sindicato Rural, que se posicionou oficialmente sobre o caso.

Também tivemos um posicionamento do escritório de advocacia Amaral de Souza e Rodrigues que representa alguns dos usuários do plano de saúde da UNIMED, via Sindicato.

Conforme o advogado, Claudio Adão Amaral de Souza,  foi esclarecido que desde o dia em que descobriram cobranças, em tese, a maior, foi tentado verbalmente e via protocolo administrativo o acesso aos valores realmente devidos para a UNIMED e até a presente data nada foi apresentado.

O advogado Claudio Adão Amaral de Souza, disse que os usuário da UNIMED requerem neste momento apenas uma prestação de contas daquilo que é pago mensalmente e do que efetivamente é repassado para a UNIMED, pois a suspeita é que eram cobrados valores superiores ao que realmente eram transferidos ao plano de saúde.

“ A falta de transparência neste momento é que causa rumores entre os usuários, mas se trata de um fato de simples resolução, desde que se tenha contribuição dos agentes envolvidos.

Com relação as tipificações penais e consequências processuais cumpre dizer que é competência exclusiva da Polícia Civil e do Ministério Público, pois se trata, em tese, de ação penal pública incondicionada a representação. A banca de advogados, por ora, está trabalhando na esfera civil, a fim de elucidar eventual cobrança a maior dos usuários”. Disse o Advogado Cláudio Adão Amaral de Souza.

Já a direção do Sindicato Rural de São Sepé, informou que está em auditoria desde o dia 28 de outubro para a averiguação de possíveis irregularidades referente as cobranças do plano de saúde com a Unimed.

O presidente José Aurélio Silveira em contato com nossa reportagem disse que a sua posição é a mesma emitida pela diretoria do Sindicato, publicada na imprensa e que sem conhecer o resultado da sindicância não há o que fazer, pois só a partir dessa análise dos auditores é que a direção vai ver qual o caminho  a ser seguido.

Confira também a nota emitida pela direção do Sindicato Rural de São Sepé:

Clique aqui


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem