Enquete

Qual seu interesse e posição pelas eleições Municipais do ano que vem?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Sua mãe faria tudo de novo – Sérgio Almeida

8 de maio de 2019 | Arquivado em Opinião | 56 views

Sérgio Almeida

Sua mãe faria tudo de novo

Sábado passado dei palestra para empreendedores paranaenses no Centro de Eventos Encontro da Amazônia, em Curitiba. E como no domingo será comemorado o Dia das Mães, sugeri que cada participante ligasse para sua mãe e dissesse o que sente por ela. Foi emocionante!

Alguns declararam: “você é a melhor mãe do mundo!”. Outros, de um jeito meio sem jeito, justificaram o motivo da ligação: “Mãe, estou numa palestra e o palestrante pediu que eu ligasse para a senhora e agradecesse por tudo o que fez por mim”. E teve os que “enrolaram, enrolaram” e não conseguiram dizer nem “mãe, eu te amo!”. No fim, eu ri da reação de algumas mães: “Filha, você está bem?” e “filho, aconteceu alguma coisa, você nunca me liga…”.

Após o público cumprir a tarefa, eu liguei para minha mãe, ativei o viva voz do celular e aproximei o microfone para que todos pudessem ouvi-la. E rasguei meu coração: “Mãe, eu quero lhe dizer que não há outro ventre no qual eu gostaria de ter nascido. Te amo!”. Pega de surpresa, ela mau conseguiu dizer a frase: “Filho, assim você vai me fazer chorar!”. A plateia aplaudiu.

Amor de mãe é inexplicável. Quando éramos crianças, nosso presente de Dia das Mães era um cartãozinho feito em cartolina colorida com uma mensagem de parabéns. E ela adorava! Depois que crescemos, esquecemos que ela continua preferindo um presente do coração e não do bolso. E que o que ela quer mesmo de Dia das Mães é ter os filhos por perto.

Dia desses, li sobre “as nove coisas que as mães falam para seus filhos” e me pus a rir sozinho ao lembrar que algumas delas a dona Amália me dizia quando eu era guri: “Leva um casaco que mais tarde vai esfriar”, “Você é igualzinho ao seu pai”, “Essa brincadeira não vai dar certo, vai acabar em choro”, “Não abre a geladeira descalço, vai se gripar”, “Não entra na piscina depois do almoço porque dá congestão”, “Come só mais um pouquinho”, “Vê se está escrito banco na minha testa”, “Eu vou contar até 10” e “Cadê o meu troco”.

E fiquei comovido com “as nove coisas que sua mãe nunca lhe contou”: Você a fez chorar muitas vezes, ela sofre com sua ausência, ela queria aquele último pedaço de bolo, ela sempre teve medo, ela te carregou por muito mais que nove meses, ela te observou dormindo, seu choro cortava o coração dela, ela te colocou em primeiro lugar e, acredite, ela faria tudo de novo.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem