Enquete

O que mais impacta na sua vida as restrições por causa do coronavírus?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


SMEC propõe tarefas não presenciais aos estudantes da rede municipal

15 de maio de 2020 | Arquivado em Geral | 175 views

            A pandemia do novo Coronavírus exigiu a suspensão das aulas, mas nem por isso os estudantes da rede municipal estão com muito tempo livre. Este mês, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) deu início a uma série de atividades não presenciais. O objetivo é assegurar que as crianças não percam o vínculo com seus professores e suas instituições de ensino mesmo em tempos de distanciamento social.

            A titular da pasta, Paula Machado, explica que os trabalhos sugeridos levam em consideração a realidade de cada aluno – onde moram ou se possuem ou não acesso à internet são alguns dos detalhes observados. Aqueles que frequentam as escolas rurais, por exemplo, estão recebendo as tarefas em casa, com a ajuda dos motoristas do transporte escolar. Outra novidade é o programa de rádio, também direcionado ao mesmo público. Como muitas crianças que vivem no interior não possuem internet, a SMEC está desenvolvendo um programa de rádio, que é veiculado todos os sábados, das 10h30 às 11h30, na emissora Cotrisel. O roteiro é preparado por professores de diferentes áreas.

            Já as escolas urbanas estarão abertas nas quintas-feiras pela manhã para que os alunos que não possuem acesso às redes sociais e aplicativos de mensagem, retirem as atividades propostas. A secretária ressalta que as tarefas não envolvem conteúdos novos. “Os professores estão bem empenhados e planejando tudo com muito carinho, respeitando este momento. Nós temos feito reuniões on-line com as equipes diretivas, alinhando e avaliando o trabalho”, diz. Ainda neste sentido, A SMEC tem utilizado o seu canal do youtube para realizar lives com orientações às famílias, sobre como contribuir com a aprendizagem das crianças em casa.

            Os resultados destas novas metodologias tem sido positivos, especialmente pela ampla participação dos pais na execução dos desafios. “Estamos nos reinventando e observando uma mudança de paradigmas, já que as famílias tem colaborado com os estudantes, ajudando e motivando. Estas são ferramentas importantes para evitarmos a evasão e o abandono da escola”, afirma Paula.

Atividades não presenciais estão autorizadas pelo Conselho Nacional de Educação:

            As tarefas que os estudantes tem realizado seja com o auxílio das redes sociais, do rádio ou aquelas retiradas na escola, serão computadas como atividades não presenciais e farão diferença na obtenção das 800 horas exigidas para que um ano letivo seja validado. O Conselho Nacional de Educação (CNE) já lançou a possibilidade do aproveitamento deste tipo de tarefa para o cumprimento da carga horária obrigatória. Ainda assim, o Conselho Municipal de Educação deverá normatizar parecer favorável a esta medida.          


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem