Enquete

O alerta do coronaviris está mudando a sua rotina?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Sepeense faz sucesso nas praias do Rio de Janeiro

12 de fevereiro de 2016 | Arquivado em Geral | 3.362 views

Muitos sepeenses estão longe da terra, pelos mais diversos motivos, como falta de emprego, busca de  novas oportunidades. E muitos andam fazendo sucesso por aí, nas mais diversas profissões. Hoje, vamos contar a história do ator sepeense Fernando Motta, que circula nas praias do Leblon, Barra da Tijuca, Copacabana e Ipanema, no Rio de Janeiro, criando personagens como a “Fefé”, que vende sanduíches naturais de forma talentosa e divertida.

Fernando Motta já chamou a atenção da Rede Globo. Ele foi personagem no Globo Repórter do dia 14 de fevereiro de 2014, no programa “Profissões de Verão”, quando ainda fazia a personagem “Lili”. Ele relata, em entrevista ao Jornal do Garcia, mais detalhes sobre sua trajetória, seus sonhos e todo esse sucesso nas praias cariocas. Fernando diz que saiu de São Sepé por falta de oportunidades, mas sonha um dia voltar, com muitos planos de incentivo à arte da dramaturgia na terra natal. 

 

ENTREVISTA

JG: Fernando, quando e por que você saiu de São Sepé?

Fernando: Eu sai de São Sepé em 2002 e fui para Porto Alegre,  onde consegui emprego de vendedor.  Logo após um ano, fui tentar a vida em Florianópolis e por lá fiquei 3 meses, só trabalhei como temporário. Quando  recebi meu salário, fui só com a passagem até São Paulo  e de lá peguei carona para vir até o Rio. Cheguei sem nada, nem um real no bolso e hoje moro de frente para o mar. Na verdade  eu sai de São Sepé pelo desemprego e a falta de oportunidades.

JG: Por que a escolha pelo Rio de Janeiro?

Fernando: Eu escolhi o Rio pela Globo e por outras emissoras de televisão,  pois eu sempre sonhei em ser ator  famoso.  Hoje, graças a Deus aqui no Rio de Janeiro a praia toda me conhece, vendedores, barraqueiros playboys, gente da favela, em fim sou bem conhecido e ainda lembram de mim sempre falam comigo nas ruas.

JG: Como é sua vida ai, o que você faz?

Fernando: Moro em uma comunidade turística, devido À trilha do Morro Dois Irmãos, onde a cantora Beyonce gravou o clipe Blue Ivy, e onde celebridades de novelas também circulam bastante, como o ator Thiago Martins,    Marcelo Mello,  Roberta Rodrigues a ex-BBB Jaqueline, entre tantos outros.  Todos esses famosos você encontra pelas ladeiras.  Eu  trabalho nas praias da Barra da Tijuca, Copacabana,  Ipanema e Leblon.  Posso escolher a praia, pois moro perto de todas. Vendo camisetas, chapéus e sanduíches.

JG: Você já foi personagem de diversas reportagens sobre tua vida na praia vendendo lanches. Como surgiu essa ideia?

Fernando: Na verdade,  fiz a Lili, de 2014 a 2015.  Agora em 2016,  estou com “Sanduíches Naturais da Fefé, só não come quem não quer”.  Fefé  está ganhando espaço pelas praias e a ideia surgiu depois que eu fiz um sanduíche com nozes e castanhas do Pará, kiwi,  ameixa e frutas desidratadas. Resolvi vender na praia, e no primeiro dia, já vendi todos.  Então, estou vendendo e arriscando a sorte para ser entrevistado ou chamado para  um programa de televisão.

JG: Com o que você vende dá para apenas para sobreviver, ou vai além disso?

Fernando: Bom,  pago aluguel, divido uma casa de dois andares com vista para o mar com minha amiga e ganho o suficiente para me manter aqui.  Falando bem, tenho arroz e feijão, mas dá pra viver bem e com saúde, e tem minha vista que amo muito, de frente para o  mar, o Cristo e as praias do Leblon e Ipanema.  Não tem riqueza no mundo que pague tudo isso.

JG: Quem faz mais sucesso, o teu personagem ou o teu lanche?

Fernando: Os dois. Fefé é uma personagem que canta e encanta os homens que passam, devido à sensualidade. Já os sanduíches chamam atenção por que eu faço  sabores diferentes, como filé de frango grelhado com salada e ameixa sem caroço,  contrafilé grelhado, salada  com kiwi  e figo desidratados. Tenho  também o vegano para pessoas que não comem carne,  então é só salada com frutas picadas, por isso estão começando a fazer sucesso.

JG: A reportagem no Globo Repórter em 2014 ajudou a aumentar as vendas na praia?

Fernando: Sim,  na época da reportagem eu vendia, em média,  100 a 120 sanduíches por dia, mas agora  as vendas diminuíram bastante.

JG: Sente saudades de São Sepé e sua gente?

Fernando: Sim.  São Sepé foi onde nasci e me criei. Tenho amigos, família e amores secretos.  Pretendo voltar um dia, não só para visitar, mas para ficar.  Quero trabalhar com teatro e TV. Meu sonho é  fazer curtas metragens baseados na histórias de São Sepé, como o Lobisomem e A Mulher de Branco. Enfim,  quero poder usar atores de São Sepé  e ajudá-los a levar um material bem desenvolvido a qualquer produtor que eles encontrarem para lhes dar oportunidades.

JG: Você acha que o sucesso que você faz no Rio de Janeiro, faria em São Sepé ou em outro lugar? Por que?

Fernando: Sim,  porque  se as duas cidades  tiverem oportunidades de trabalho e a remuneração for suficiente para suprir necessidades e além disso possa haver crescimento profissional,  claro que sim. O sucesso  não vem da noite para o dia, ele vem com luta, suor e responsabilidade.

 

VEJA A REPORTAGEM COM FERNANDO MOTTA NO GLOBO REPÓRTER

Fernando faz sucesso pelas praias do Rio de Janeiro

Fernando faz sucesso pelas praias do Rio de Janeiro

.

.

Fernando Motta

Fernando Motta

 

 


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem