Enquete

Como você está se sentindo nesse período de isolamento?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Se liga no Novembro azul! – Sérgio da Silva Almeida

29 de novembro de 2019 | Arquivado em Opinião | 24 views

Em Cachoeira do Sul, eu comprei a camiseta azul inspirada no super-herói da Marvel, Capitão América, e me engajei na campanha Novembro Azul da rádio GVC.fm. A ideia da promoção nasceu no coração dos comunicadores que não tocam o hit “Caneta azul”, mas vestem a camiseta azul com o escudo do defensor que os Estados Unidos lançaram em meio à Segunda Guerra para dar esperança àqueles que não tinham mais no que acreditar, e visa conscientizar os ouvintes sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Baita iniciativa!

Eu estava com pouco mais de 20 anos quando fui acometido por uma doença prostática. E tinha vontade de urinar a toda hora. Certa vez, viajando de carona com um amigo, por várias vezes me senti apertado para ir ao banheiro e pedi para ele parar nos postos de combustíveis para fazer xixi. Fiz isso “trocentas” vezes, até que Flávio Boabaid me disse: “Um dia vou criar algo para você urinar sem sair do carro”. Brinquei: “Vai colocar um vaso sanitário no banco?!”. Pra quê! Após mais de 20 anos de pesquisas, em 2016, Flávio lançou o “banheiro de bolso”, um envelope descartável que se abre como uma carteira e funciona como uma fralda para absorver a urina. Inspirado no termo usado para se referir ao ato de urinar, o “Número 1” é útil para eventos e situações emergenciais.

Como fui curado? Numa noite de domingo, em março de 1999, quando ainda morava na capital nacional do arroz, ao participar de um culto na Igreja do Senhor Jesus, fui para a fila de oração. Uma senhora, enquanto orava por mim, me disse: “Tem algo que você está pedindo para Deus e hoje Ele vai te dar”. Desde aquele dia, nunca mais senti nada.

Então, amigo leitor, não seja mais um que por falta de informação, vergonha ou preconceito foge do exame de toque retal como o diabo foge da cruz. Diga a si mesmo: “Caneta azul?! Que nada! Agora é hora de se ligar no Novembro azul!”.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem