Repasse ao Consepro e moção de apoio a servidores do Judiciário são aprovados na Câmara

21 de julho de 2021 | Arquivado em Política | 121 views

Na sessão ordinária de terça-feira, 20, os vereadores aprovaram o PL 050/2021 que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial no valor de R$ 53 mil reais, com inclusão no orçamento de novas naturezas de despesas, a fim de viabilizar repasse ao Consepro. A matéria garante que o conselho possa destinar esse recurso afim de melhorias no quartel da Brigada Militar de São Sepé. De acordo com o líder do governo, Tavinho Gazen (PDT), o projeto complementa uma legislação aprovada há pouco tempo na Câmara. “Surgiu essa necessidade de investimento e agora coloca uma nova rubrica para fazer melhorias no local”, destacou o vereador.

O vereador Renato Rosso (PP) que também atua como policial civil destacou a importância da aprovação do PL e ainda elencou uma situação vulnerável que o município vem sofrendo. “Está na hora de nós vereadores ficarmos alertas porque a Brigada Militar não tem efetivo mínimo para trabalhar, precisamos cobrar para que seja reposto o efetivo”, destacou Rosso, lembrando que repasses como esses feitos ao Consepro, dão maior segurança para o trabalho da polícia em São Sepé. “Essa verba existe porque na legislatura passada, através de uma proposição minha, houve um aumento do repasse ao conselho que era muito insignificante e nós conseguimos colocar na LDO este recurso”, afirmou o vereador.

Moção de Apoio

A Mesa Diretora aprovou a moção 020/2021 de apoio à aprovação do PL 147/2021 que está em tramitação na Assembleia Legislativa do RS e que dispõe sobre a unificação dos quadros de pessoal e institui o plano de carreira, cargos, funções e remunerações dos servidores efetivos do Poder Judiciário Estadual. A matéria foi defendida pelo vereador Marcelo Santos (PP) que falou sobre o tempo que estagiou no fórum de São Sepé, tendo conhecimento sobre a realidade enfrentada pelos servidores no município. “Sabemos da alta demanda de trabalho, São Sepé é uma cidade que tem a fama de ser anormal, pois chega a ter 15 mil processos, quase um a cada dois habitantes e esse plano de carreira tem diversos pontos positivos para os servidores”, destacou o vereador.

Fonte – Câmara de Vereadores de São Sepé- Por Mateus Friedrich Barreto/Jornalista


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Mensagem