Prejuízos para região: Prefeito Sérgio cobra agilidade nas reformas da ponte do Bossoroca

23 de agosto de 2021 | Arquivado em Geral | 508 views

Prevista anteriormente para 20 dias, os trabalhos de manutenção da ponte sobre o Arroio Bossoroca, no Km 353,9 da BR-290 em Vila Nova do Sul, deverão se estender até o final do mês, mas geram aflição da comunidade, motoristas e autoridades, além de prejuízos financeiros para o município, afirmou à reportagem neste domingo (22) o Prefeito Sérgio Coradini.

O tráfego de caminhões e ônibus está interditado mas está passando por um desvio que já pode estar gerando problemas para as pontes do interior. O Prefeito vem mantendo contato com o DNIT para saber a situação da ponte e ele foi informado que ainda demorará mais 20 dias – dependendo da demora da chegada dos insumos (aço e concreto) e da empresa que está executando as obras.

“Vai demorar e isso nos preocupa. Estamos fazendo nossa parte, vistoriando as obras e cobrando agilidade, já há prejuízos grandes de frete e ônibus, além do posto de gasolina, comércio e borracharias que deixam de faturar”, afirmando que o comércio local já sente os reflexos das restrições de tráfego.

Ponte na divisa de Vila Nova e São Sepé é usada no desvio e situação preocupa por conta do peso extra de caminhões e ônibus que transitam no local,

Além disso, o trânsito de caminhões nas estradas alternativas já gera preocupações devido ao peso extra. “A ponte na divisa de Vila Nova e São Sepé não vai aguentar se a ponte da BR-290 não for reparada em tempo, isso nos preocupa muito”, afirmando que vem conversando com o Prefeito de São Sepé, João Luiz Vargas, para pressionar o DNIT para a conclusão das obras.

O que diz o DNIT?
Segundo notícia divulgada pelo DNIT na última semana, as obras se estenderão até o final do mês. Os serviços de manutenção compreendem a recuperação do vão central, com reforço do bloco de fundação, pilares e o perfil metálico que fica abaixo da viga da ponte. Em paralelo aos serviços de manutenção, a Autarquia elabora um anteprojeto para restauração e reabilitação desta estrutura por meio do Programa de Manutenção e Reabilitação de Estruturas (PROARTE).

Após a conclusão do anteprojeto, que indicará a melhor solução de engenharia para a ponte sobre o Arroio Bossoroca, será licitada a execução da obra. O PROARTE gerencia os serviços de manutenção e de reabilitação de pontes, túneis, viadutos, passarelas e estruturas de contenção, integrantes da malha rodoviária federal, tecnicamente conhecidas como Obras de Arte Especiais (OAEs).

Para veículos leves, o fluxo permanece com bloqueio parcial, com trânsito em meia pista, orientado por um semáforo. O DNIT recomenda seguir por desvios considerados grandes, como as BRs 158/290, em Rosário, BR-293 e 153.

Reportagem: Marcelo Ribeiro- Caderno 7-

Prefeito Sérgio Coradini esteve no local

Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Mensagem