Enquete

O Grêmio escapa ou não do rebaixamento?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Perdemos e ganhamos juntos- Elpídio Santana/Administrador

23 de novembro de 2020 | Arquivado em Opinião | 474 views

José Elpidio Santana

“Perdemos Juntos” foi o título desta coluna publicada em outubro de 2010

É difícil driblar a tentação que me leva a abordar o tema que está em voga no momento, visto que, nas mídias sociais, jornais, emissoras de rádio, etc… um dos temas dominantes é a eleição em São Sepé.

Em 2010 a manchete maior foi a palhaçada do Tiririca e dos mais de um milhão e trezentos mil votos dos não menos palhaços e as consequências que adviriam, pois, se comprovada a fraude de que era suspeito, os votos do candidato corriam o risco de serem anulados. Bem feito, eu diria, mais aos que votaram no palhaço analfabeto.

Por ter participado de eleições, inclusive, na condição de candidato, tenho razoável aprendizado do que seja um pleito eleitoral. Até das situações pitorescos tiramos alguns ensinamentos.

No pleito de 1976, também fui personagem de uma dessas jocosidades quando em campanha para vereança, no interior de Vila Nova, então distrito de São Sepé.

“ Lembro-me de uma visita que fiz a uma residência de propriedade de um pequeno agricultor, chefe de família numerosa, pessoa honrada, honesta e trabalhadora, como sói ser o homem rural. A família toda reunida. Como eram negros centrei o meu discurso na necessidade de eleição de um representante da raça, na Câmara de Vereadores.

O dono da casa, um mulato do jeito e porte do boxeador Maguila, me olhava atento como que analisando frase por frase, palavra por palavra da minha palestra, até o final do discurso, quando eu de modo eloquente conclui com a famosa frase: “Peço o seu voto”

O cidadão levantou-se, como que apressando a visita, sem delongas, e com a resposta na ponta da língua, foi dizendo:

– Mas, óia seu candidato, o feijão preto não vale nada pr’essas bandas do Cambai.”

Meio trêmulo, agradeci a hospitalidade e me despedi. No caminho, fui  refletindo sobre o duplo sentido daquela resposta, enquanto preparava um novo discurso para a próxima visita.

Talvez por isso é que se diz  “A cada eleição uma lição”. Eu digo que  durante uma  campanha eleitoral, a cada visita uma lição.

No ano de 2010, na eleição para Assembleia Legislativa , observo que muitos  eleitores não consideraram a importância de eleger um deputado da terra, haja vista a grande votação dada aos candidatos alienígenas. Acrescento, no entanto, que não fora  esse o motivo pelo qual os nossos candidatos não se elegeram. Mas, poderia ter sido.

De qualquer modo, este colunista se solidariza com todos eles, os de agora e os de antes, aqueles que se conduziram inspirados pelo desejo de melhor servir a nossa comunidade.

Parabéns ao meu candidato pelo sucesso nesta eleição de 2020.Na primeira oportunidade vou abraçá-lo e, plagiando o velho amigo Nassif.T.Simões B     rum, dizer-lhe: Desta vez “  GANHAMOS JUNTOS”


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Mensagem