Enquete

Qual seu interesse e posição pelas eleições Municipais do ano que vem?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


O que te movimenta? – Sérgio Almeida

19 de agosto de 2019 | Arquivado em Opinião | 25 views

O que te movimenta?

O tema da Feira do Livro da Escola Dr. Liberato, de Cachoeira do Sul – simbolizado pelo cata-vento –, da qual tive a honra der ser patrono, foi: “O que te movimenta?”. Seguido de uma frase de Clarice Freire: “Eu gosto do cata-vento que quando venta mostra que o invisível me movimenta”.

Na cerimônia de abertura, os estudantes do quarto ano tocaram profundamente meu coração através da peça de teatro baseada na minha obra infantil “O homem que plantou árvores”. E, logo em seguida, três personagens do gibi falaram sobre o que os movimenta.

Henrique Witeck, “o príncipe Henrique”, filho do idealizador do Parque Witeck, um dos mais belos parques botânicos do Rio Grande do Sul, situado no município de Novos Cabrais, contou: “O que me move é poder preservar o meio ambiente através do plantio de árvores”. O médico veterinário Edson Salomão, “o amigo dos animais”, declarou: “O que me move é o amor pelos bichinhos”. E o canoista multi-medalhista Palito Cruz, “o aventureiro das águas”, confessou: “O que me move é a paixão pelo Rio Jacuí”. Momento ímpar, onde o público aplaudiu o trio que encontrou sua “mola propulsora” que os tira da cama entusiasmados todas as manhãs.

A identificação da motivação é a rota mais certeira para se ter uma vida com significado. Desventuradamente, há pessoas que têm dificuldade em identificar o que as move para a ação. Uns, depois de um tempo de faculdade, “entram em parafuso”: “Escolhi o curso errado, e agora?”. Outros escolhem a profissão apenas pelo salário, motivo pelo qual se vê tanta gente malsatisfeita, que odeia as manhãs de segunda-feira e não consegue encarar a pergunta: “Qual foi a última vez que você dormiu feliz depois de um dia trabalho?”. Essa frustração pode ser explicada através da frase: “Sem motivo que o motive terá motivo para se desmotivar”.

De tudo o que eu vi durante o evento, uma cena não sai da minha cabeça – e responde a pergunta tema da feira. Durante a fala do palestrante porto-alegrense Charles Bicca, um menino com síndrome de Down assistia a palestra deitado no ombro de uma professora. A dedicação, a paciência e o carinho com o aluno deixou claro que o impulso interno que move os professores – mesmo desvalorizados financeiramente e socialmente – é ensinar com o coração. 


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem