Enquete

Qual seu interesse e posição pelas eleições Municipais do ano que vem?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


O que motiva seu filho a estudar? – Sérgio da Silva Almeida

3 de outubro de 2019 | Arquivado em Opinião | 37 views

Viralizou nas redes sociais a história do professor de Biologia Lívio Perissé, da Escola Municipal Alexina Lowndes, em Angra dos Reis (RJ), que prometeu ao aluno William, de 13 anos, que se ele tirasse nota máxima na prova, o deixaria cortar seu cabelo. O menino, que quer ser cabeleireiro quando crescer, tirou 10!

Eu entrei em contato pelo inbox do Facebook com Lívio, que contou em detalhes a façanha: “Ele não queria nada. Era agitado e indisciplinado. Um dia me falou que seu sonho era ser cabeleireiro e já tinha feito até um curso. Passamos a brincar com isso, e veio o desafio. Se tirasse um A na prova cortaria meu cabelo. No dia da prova ele estava visivelmente nervoso e disse que passou a noite estudando. Tirou o A. E eu paguei a aposta”.

Vamos colocar os pingos nos “is”: A maioria dos jovens não é um estudante motivado. O resultado é que os pais “se escabelam” ao verem as notas baixas no boletim dos filhos por não se darem conta de que o aluno, como qualquer pessoa, para que consiga ter motivação precisa de um motivo. Por isso, em minhas palestras nas escolas costumo dizer que o maior desafio não está no estudante que despreza o aprendizado, mas em descobrir o que o motiva a estudar. Sem um motivo que o motive, poderá ter motivo para se desmotivar.

Quando terminei o ensino médio em Cachoeira do Sul, eu jogava nas categorias de base do Cachoeira FC e tinha um objetivo: jogar no Internacional de Santa Maria. Para que meu sonho se tornasse realidade, meus pais me lançaram um desafio: passar no vestibular da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria). Pra quê! Eu me isolei na Cabanha do meu pai, no interior de Caçapava do Sul, e, por quase dois meses, me encaramujei nos livros escolares. Não deu outra: fui aprovado de primeira. E me emocionei quando pisei pela primeira vez no gramado da Baixada Melancólica vestindo a camisa do Interzinho.

Portanto, se o estabelecimento de um objetivo é a maior força de automotivação, é bom atentar ao conselho do professor Lívio em seu post no Facebook: “Dê uma obrigação a alguém e ele fará o mínimo possível. Alimente o sonho de alguém e ele fará o melhor possível!”.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem