Enquete

Você aposta na classificação dos times gaúchos na Libertadores 2020?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


O que diria para a criança que você foi? – Sérgio da Silva Almeida

21 de outubro de 2019 | Arquivado em Opinião | 32 views

Sérgio da Silva Almeida

O que diria para a criança que você foi?

No Dia das Crianças, uma pergunta apareceu no meu Face: “Se você pudesse fazer uma ligação para si mesmo quando criança, o que falaria?”. Eis o telefonema que daria à criança que fui:

Alô, Serginho! Aqui é o ‘cara’ que te ama mais que tudo nessa vida! E estou ligando do futuro para te dar uns conselhos. Olha, chegará um momento em sua adolescência que você terá pressa de crescer. Não caia nessa! Agora que passei dos 50, suspiro em voltar a ser você, que quando cai de bicicleta e esfola os joelhos, corre para a mamãe que te assusta sorrindo: “Nossaaa… vai sair as tripas!”. Você faz cara de choro e ela te abraça e te tranquiliza: “Não foi nada, filho, quando casar sara!”.

A escola não vai te ensinar sobre educação financeira. Por isso vou te dar uma dica: quando entrar no mercado de trabalho se esforce para poupar uma porcentagem de seus ganhos regularmente, pois por não ter criado uma reserva financeira eu me desestruturei emocionalmente em várias situações de emergência.

Eu sei que não é fácil se abrir com os pais ou professores quando o assunto é bullying. Você é criança, dói muito, mas precisa entender que não vai conseguir se defender sozinho. Eu optei em sofrer calado e acabei comprometendo a estruturação da minha personalidade e autoestima.

Quando você tiver 21 anos será convidado para uma excursão de ônibus para a praia de Torres. Não pense duas vezes. Aceite! Nesse fim de semana você conhecerá uma garota, se apaixonará por ela, casará com ela e vocês terão dois filhos lindos. Mas para dar certo, não esqueça: quando passar por crises no casamento, opte por ser feliz, não por ter razão.

Não deixe de seguir o conselho bíblico: “Respeite o seu pai e a sua mãe, a fim de que tudo corra bem para você”. Por não ter levado em conta algumas orientações de meus pais quando jovem, as coisas não deram muito certo no início da minha vida adulta.

E, por fim, acredite nos seus sonhos mais loucos. Eles estão na sua frente e depende apenas de você realizá-los. Haverá momentos em que será tentado a se abalar por palavras e sentimentos pessimistas. Quando isso acontecer, coloque Deus à frente de tudo e não olhe para trás! Sou fruto de suas escolhas!

E você, amigo leitor, se pudesse dar um telefonema para a criança que você foi, o que diria?


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem