Enquete

Qual time gaúcho tem mais chances de ser campeão do Brasil?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


O Cavani talvez, eu não!- Sérgio da Silva Almeida

26 de setembro de 2020 | Arquivado em Opinião | 34 views

Sérgio da Silva Almeida

Os rumores da vinda do goleador Cavani para o Grêmio está agitando a torcida gremista – e colorada – nas redes sociais. Para descontrair, um jornal gaúcho do qual sou articulista postou em sua página no Facebook a capa que todo gremista sonha em ver: “Cavani é do Grêmio. Reforço de nome, uruguaio é esperança de gols para mais uma conquista do Brasileirão e América”.

Em Cachoeira do Sul, cidade onde recebi o título de Cidadão Honorário, as convenções partidárias definiram o quadro eleitoral. E, após a imprensa divulgar a lista dos candidatos à Câmara de Vereadores, não demorou para eu começar a receber mensagens em meu WhatsApp perguntando se estou concorrendo ao cargo de vereador. Ligaram até para o pastor da Igreja do Senhor Jesus, onde congrego, há 21 anos.

Ocorre que um candidato do Partido Republicano é meu xará. E não é a primeira vez que as pessoas se confundem por nós termos o mesmo nome. No início da década de 1990, eu e o Sérgio Almeida estávamos disputando o Campeonato Amador por um time local quando, antes de um jogo, a direção do clube foi avisada que eu não poderia jogar por ter levado o terceiro cartão amarelo. Por sorte, tudo não passou de um equívoco, pois logo em seguida o mesário retornou ao vestiário para esclarecer: “O Sérgio Almeida que joga com a camisa 6 é que está fora do jogo e não o Sérgio Almeida que joga com a camisa 9”. Ufa! Que alívio!

O vereador é o elo entre o governo e o povo. Ele atua como legislador (propõe e vota em leis propostas pelos colegas parlamentares) e fiscalizador (vigia as ações do Executivo). Como se pode ver, é um cargo importantíssimo para o desenvolvimento de um município. Porém, muita gente não se sente representada por alguns políticos que desmerecem a confiança do voto, já que o resultado de uma enquete on-line: “Como você irá receber os candidatos nesta campanha?”, mostrou que 42% optaram por “vou fingir que não estou em casa” e 24% “vou correr todos da frente de casa”. “Tô igual ao Google, o cara só me procura quando está precisando!”, disse indignado um eleitor.

Assim sendo, desejo aos amigos leitores que no dia da eleição façam uma escolha consciente. Sempre há, entre os candidatos, bons nomes. E aos que querem saber: “Você vem?”, respondo com bom humor: “O Cavani talvez, eu não!”.

 


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem