Enquete

Para você o que é mais importante na vida?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Não era um saco. Era uma cruz. Sérgio da Silva Almeida

26 de dezembro de 2019 | Arquivado em Opinião | 1.275 views

 

Quando eu tinha 33 anos comecei a estudar profundamente sobre a vida de Jesus. Muitas linhas têm sido escrita a respeito desse homem que viveu num pequeno povoado da Galileia chamado Nazaré, região situada ao norte da Palestina e que, com 30 anos, deu início a um projeto de vida centrado na sua vida e nos seus ensinamentos chamado Cristianismo, que ainda hoje conquista o coração de milhares de pessoas, a cada dia, na maior parte do planeta.

Com certeza, as pessoas daquela época que o viam falando aos homens acerca do Reino de Deus e do Reino dos Céus, arrazoavam entre si: “é somente um moço sonhador”. Porém, se perguntarmos quem foi o homem mais importante da história… Quem foi o homem que mais influenciou o mundo… Quem é o líder com mais seguidores… as respostas serão unânimes: Jesus.

Em um período curtíssimo de tempo, três anos e meio, sem rádio, sem televisão, sem jornal, sem carro, sem ônibus, sem avião, sem Facebook, sem Instagram, sem WhatsApp – e sem nunca ter escrito um livro –, Jesus foi capaz de mudar a história da humanidade de tal maneira que até o tempo cronológico se conta antes e depois dele.
Podemos pensar que seus primeiros 12 seguidores eram pessoas inteligentes, corajosas e grandes líderes da época. Entretanto, ao conhecer sua biografia, constatei que não passavam de homens simples, medrosos e descrentes. Todavia, eram 12 homens e um destino: Mudar o planeta proclamando a mensagem de “viver na contramão do mundo”.
Antes e depois dele, houve muitos mestres que disseram o suficiente para encher bibliotecas inteiras. Nenhum, porém, pode ser comparado com Jesus. Não houve outro que ousasse afirmar “Eu sou a luz do mundo” ou “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida”. Sem falar que somente Jesus deu sua vida por nós – e retornou a vida.
Um simples passeio histórico pela existência do Nazareno nos mostra que todos os políticos, historiadores, filósofos, mestres, de todo o planeta, não conseguiram influenciar mais pessoas quanto Jesus. Seu segredo: o amor. E é por causa desse amor que eu nunca falei aos meus filhos sobre o homem rechonchudo, alegre e de barba branca que no fim do ano carrega um saco cheio de presentes, mas sobre o filho de Deus que veio à Terra em forma humana e que, mesmo desprezado e rejeitado pelos homens, suportou o castigo de todos os nossos pecados ao carregar uma cruz pesada demais para alguém carregar.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem