Enquete

O Grêmio escapa ou não do rebaixamento?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Nada como um “empurrãozinho” de mulher- Sérgio da Silva Almeida

3 de setembro de 2021 | Arquivado em Opinião | 15 views

Ainda guardo no álbum da minha mente, o momento que visitei minha noiva, que depois viria a ser minha esposa, em uma escola multisseriada no interior do município de Cachoeira do Sul. A Marta recém havia cursado Magistério e feito o concurso para trabalhar na Prefeitura. Ao vê-la morando numa casa sem luz elétrica, percorrendo cerca de cinco quilômetros a pé, atravessando campos, desviando de bois, cobras e outros bichos para chegar até a escolinha, à beira de um ataque de nervos, proferi: “Entra no carro e vamos embora! É muito sacrifício para pouca recompensa”.

Sabe, não existe melhor momento para se conhecer alguém, senão quando sofre. Uns fogem, outros gritam, porém a Marta, a exemplo de milhares de outros professores que amam sua profissão, mesmo enfrentando desafios, se mantinha firme em seu propósito. O amor pelos alunos, pela missão falou mais alto, e ela continuou sua jornada. Essa atitude me constrangeu, pois, mesmo que levemos uma vida de cerrar os dentes para que ela seja boa, se tivermos um motivo forte as situações não devem nos dominar, nem ser as que tomam nossas decisões. Como escreveu Henry Ford: “Obstáculos são aquelas coisas assustadoras que a gente enxerga quando tira os olhos de nosso objetivo”. 

Costumo brincar que diferentemente do homem que foi criado a partir do barro, a mulher é mais forte porque saiu da costela do homem. E há uma história engraçada que mostra que ao lado de cada homem bem sucedido, há sempre uma mulher para lhe dar um “empurrãozinho” rumo ao sucesso.

Um casal em lua de mel, estava com um grupo de pessoas sobre uma estrutura flutuante no meio de um lago cheio de crocodilos. De repente, o dono do lugar lançou um desafio: ′′Quem pular na água e nadar até a costa receberá um milhão de reais”. O silêncio foi ensurdecedor. Ninguém se atrevia a se jogar na água. De repente, se ouviu um barulho: um homem havia saltado no lago. Foi um Deus nos acuda!

O coitado nadou feito um louco, perseguido por crocodilos, e com muita sorte alcançou ileso a costa. A esposa comemorou como nunca, afinal, o casal acabara de se tornar milionário. O proprietário ergueu o braço do corajoso homem, e anunciou: ′′Temos um vencedor!”.

Os gritos e aplausos tomaram conta do local. Depois de receber a recompensa, o marido voltou com sua esposa para o quarto de hotel, e confessou: ′′Amor, eu não mereço esse prêmio, pois não saltei na água… Alguém me empurrou!”. A mulher, de um jeito meio sem jeito, disse: ′′Fui eu!”.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Mensagem