Enquete

O Grêmio escapa ou não do rebaixamento?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Motive seu filho a ser o que nasceu para ser- Sérgio da Silva Almeida

29 de julho de 2021 | Arquivado em Opinião | 42 views

Sérgio da Silva Almeida

Aos 13 anos, Rayssa Leal fez história no skate e conquistou o coração dos brasileiros após conquistar a prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A primeira vez que a “Fadinha” subiu em um skate foi aos 6 anos, quando seus pais lhe presentearam com a prancha. O surfista Ítalo Ferreira, de 27 anos, escreveu seu nome na história ao conquistar o primeiro ouro para o Brasil. Filho de pai pescador, Ítalo começou a demonstrar o seu talento logo cedo surfando na tampa de isopor que seu pai usava para guardar os peixes. E o judoca Daniel Cargnin, de 23 anos, lamentou após conquistar o bronze: “Queria que a minha mãe estivesse aqui. A gente sonhou isso junto. O que eu queria agora era poder pegar, ligar para ela e falar que valeu a pena”.

A chave para motivar um filho a “mandar bem” é acreditar nele antes que tenha demonstrado quem é. Nada extraordinário já foi atingido, exceto por aqueles que ousaram crer que algo dentro deles era superior às circunstâncias.

            Recordo de uma das várias palestras que assisti do empresário e escritor Eduardo Tevah, quando ele relatou que sua filha Thaise não estava indo bem em Matemática. Como pai presente e participativo, Eduardo perguntou o motivo e ela respondeu: “Pai, eu sou um fracasso em Matemática!”. Eduardo perguntou: “Minha filha, por que você acha isso?”. A menina, cabisbaixa, respondeu: “Minha professora disse que eu não levo jeito para a Matemática”. Foi nesse momento que o pai encorajou a filha com um amor todo especial: “Pára aí, Thaise, isso não é verdade! Você é uma menina vencedora e não deve se deixar influenciar negativamente por ninguém. O pai acredita em você!”. E deu-lhe um abraço e um beijo bem carinhoso. No ano seguinte, a garota deu um show na escola.

Se realçarmos os pontos fortes dos nossos filhos, estaremos motivando-os a crer que possuem o que precisam para acordar o “gigante” que há dentro deles e conquistar muitas “medalhas” na vida. É como se eles tivessem um crachá no lado direito do peito, dizendo: “Motive-me a ser o que nasci para ser”.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Mensagem