Enquete

Qual time gaúcho tem mais chances de ser campeão do Brasil?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Mecânico de Restinga Sêca adota cão que foi abandonado

28 de outubro de 2020 | Arquivado em Geral | 256 views

Adotar um cachorro é um verdadeiro ato de amor. A adoção salva a vida de um animal no sentido mais literal possível. É por isso que hoje vamos compartilhar esta reportagem de adoção relatado pela Rádio Integração de Restinga Sêca.

Nesta quarta-feira, dia 28, data que marca os 30 dias da morte do cão Bidú, o mecânico de Restinga Sêca, Ernesto Schwert, adestrador dos cães inteligentes Bidú, Diana e Fritzz, apresentou o mais novo cão adotado por ele: o Treze.

Muito magro, com fome e debilitado, o cão foi abandonado em frente da oficina mecânica. Normalmente, os cachorros e gatos que ali são abandonados não entram no pátio por conta da Diana atacar e defender seu espaço. Nesta ocasião, Treze não foi rejeitado, mas sim acolhido e cuidado com todo amor e carinho.“Dei banho, tratamos, tiramos as pulgas, carrapatos e conquistamos a confiança do Treze. Ele era um cachorro traumatizado por roubar alimentos e ser maltratado. Castramos, medicamos e hoje ele está bem”, explica Seu Ernesto.

Sem raça definida, Treze já ganhou a simpatia e o amor da família do mecânico, que é morador da comunidade de Lomba Alta, interior de Restinga Sêca. “Todo o cão é inteligente. Ele teve uma segunda chance de vida, pois foi abandonado. Estamos buscando a confiança dele e já ensinando tudo o que ensinei ao Bidú, Diana e Fritzz”, revela. Sobre o nome Treze, Ernesto explica que foi uma homenagem ao Bidú, que morreu aos 13 anos de idade.

Reportagem Rádio Integração FM 98.5 – Fotos: Norton Avila


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem