Enquete

Você aposta na classificação dos times gaúchos na Libertadores 2020?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Justiça Eleitoral promoverá Semana do Jovem Eleitor

14 de novembro de 2019 | Arquivado em Geral | 196 views

A juíza da 1ª Vara da Comarca de São Sepé reuniu a imprensa no Cartório da 82ª Zona Eleitoral que abrange os municípios de São Sepé e Vila Nova do Sul, nesta manhã  de quinta-feira (14) para lançar uma campanha da Semana do Jovem Eleitor, a fim de contribuir para a mobilização voltada aos jovens.

Durante a última semana de novembro, de 25 a 29, a Justiça Eleitoral em todo o país promoverá ações voltadas para os jovens que deverão votar pela primeira vez nas Eleições 2020.

Trata-se da Semana do Jovem Eleitor, que busca conscientizar os cidadãos de 16 e 17 anos sobre a importância de sua participação na escolha de seus representantes políticos. A partir do ano que vem aquele que tiver 15 anos e fizer 16 anos até a data das eleições também vai poder fazer seu alistamento.

O voto dessa faixa etária é facultativo, conforme prevê o artigo 14 da Constituição Federal. Ou seja, ainda que tenham o título de eleitor, não são obrigados a votar nem sofrerão nenhuma sanção caso faltem no dia da votação.

A ideia é envolver os jovens no assunto e fortalecer o interesse dessa faixa etária em participar da vida política, contribuindo, assim, para o destino do país.

No entanto, o objetivo é exatamente conscientizar esses futuros eleitores sobre a importância do voto. Para tanto, os cartórios eleitorais de todo o país estarão abertos de 25 a 29 de novembro para receber, sem necessidade de agendamento, os jovens que pretendem tirar o título de eleitor.

 O atendimento na 82ª Zona Eleitoral é de segunda a sexta-feira das 10h às 17h. Haverá um período de recesso do dia 20 de dezembro ao dia 6 de janeiro. Nesse período os atendimentos serão de plantão.

Para tirar o título de eleitor pela primeira vez é necessário levar um documento de identificação oficial com foto e comprovante de endereço, no cartório eleitoral da sua região.

Segundo a Drª Marcela Pereira da Silva, juíza da 82ª zona eleitoral e  1ª Vara da Comarca de São Sepé, ela  fala da baixa representatividade da juventude seja no Poder Executivo e ou no Poder Legislativo, “se cobra tanto da juventude a transformação do país, do mundo em relação ao que se espera da juventude das crianças e adolescentes. Até porque a educação, a política e a cidadania não é uma grade muito estudada na escola, que acredito que deveria ser parte integrante da educação infantil de todo cidadão, ter conhecimento dos seus direitos, garantias, para que assim pudesse ter um pouco mais noção de cidadania e tivesse interesse em exercer essa representatividade, vemos poucos jovens nas câmaras legislativas, nas assembleias, no senado, nas prefeituras e seria muito interessante que passasse a ter essa conscientização da parte deles, seria uma forma de se sentirem presentes, pertencendo e o alistamento  eleitoral pode melhorar essa  questão deles terem seu anseios melhores respondidos na medida em teriam um igual deles na sua representação”, pontuou  a magistrada.

“Então o desafio que eu lanço que é que essa zona eleitoral tenha proporcionalmente um maior número de alistados jovens do período facultativo do Estado  do Rio Grande Sul, é pra isso essa campanha.  Eu convoco todas as secretarias de educação que organizam com seus coordenadores das escolas municipais, também os diretores de escolas estaduais tragam para os jovens que estejam neste período de facultatividade de alistamento eleitoral para que saibam a importância do exercício do voto e que eles venham aqui na nossa Zona Eleitoral proceder esse alistamento de uma forma organizada e que aconteça, porque muitas vezes eles vão levar as informações para os adolescentes e eles vão deixar para depois  e acabam não fazendo, mas eles organizando por via de caravanas, a escola organiza um dia, uma atividade escolar para aqueles que mostrarem interesse em fazer o alistamento, até porque não podemos impor isso a eles.  Se os jovens vierem vai ser uma alegria muito grande ter essa meta cumprida.

Quando a juventude está bem atendida o conflito social também diminui, as famílias ficam mais seguras e são por meio de políticas públicas que a gente renova a vida das pessoas”, destacou  a Drª Marcela.

Com a Semana do Jovem Eleitor, a Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral espera diminuir o fluxo de atendimento na última semana antes do fechamento do Cadastro Eleitoral, legalmente previsto para o dia 6 de maio.

Sendo assim, todos os eleitores que ainda não têm título de eleitor e também aqueles que precisam regularizar a situação precisam comparecer aos cartórios até o dia 6 de maio de 2020. A medida é necessária para que os cidadãos possam votar normalmente nas próximas eleições municipais, marcadas para o dia 4 de outubro de 2020.

A magistrada, se  despede da Comarca de São Sepé e irá assumir a Vara Cível de Alegrete, na prática trata-se de uma promoção da carreira, e a substituição será pelo  Dr. Francisco Schuh Beck – Juiz de Direito – 1ª Vara da Comarca de São Sepé, a partir do dia 25 deste mês. 

A juíza por fim destacou a receptividade, a participação da imprensa, o respeito sempre existiu entre as instituições, “agradeceu a equipe que compõe essa Zona Eleitoral, a Bianca Benvenuti, que trabalha aproximadamente sete anos na função de analista, uma  pessoa que mostra bastante competência no exercício de sua função que tem o espírito de equipe e consegue coordenar as pessoas que trabalham aqui com bastante respeito. Nas últimas eleições ela nos deu apoio e fez um trabalho de excelência, meu agradecimento ao Rafael Marim Garcia, que trabalha aproximadamente há dois anos na função de técnico, uma pessoa muito educada e muito respeitosa com todos que vem aqui na Justiça Eleitoral e se preocupa com o bom atendimento e qualidade do trabalho, agradecer a colaboração da Nilza que foi uma das servidoras do município que trabalhou conosco num período bom e contribuiu bastante nas funções da Justiça Eleitoral e que atualmente já se aposentou e em seu lugar veio a Terezinha Fátima Trindade requisitada pela Prefeitura de São Sepé que contribuiu com as nossas funções e a nossa estagiária Camile Dias Fontoura, que atende com toda educação e está em processo de formação conosco, e está disposta a apreender. Nós esperamos que estejamos a atender o princípio que rege a questão do estagiário, que é ajudar as pessoas a se formarem e seguirem seu rumo na vida, certas do querem fazer. Para finalizar gostaria de dizer que a campanha das eleições municipais são as mais fervorosas, pedir para as pessoas que mantenham o respeito entre as diversidades, as diferenças; é importante que haja diferenças para troca de ideias e o resultado é da maioria”, finalizou a juíza.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem