Enquete

Você aposta na classificação dos times gaúchos na Libertadores 2020?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Homem preso após tiroteio com Polícia em Cristal é encontrado morto

19 de julho de 2019 | Arquivado em Polícia | 694 views

A Polícia Federal comunicou que por volta 21h30min, desta quinta-feira, dia 18, Marcos Luis Berghann foi encontrado morto em uma cela de custódia da Superintendência Regional, com indicativo de suicídio.

Segundo a Polícia Federal, Marcos Luis Berghann já era investigado há 4 meses com apoio das forças das seguranças de Lajeado por participação nos roubos a bancos.

Berghann estava custodiado na Superintendência da Polícia Federal desde o dia 17 de julho, quando foi preso em flagrante no município de Cristal, por tentativa de homicídio.

Sua mulher Daniela Wiezemann acabou morrendo no local depois de confronto com a polícia.

A Polícia Federal irá instaurar inquérito para apurar as circunstâncias do fato.

Relembre o caso

O tiroteio aconteceu na madrugada de quarta-feira (16), na cidade da Região Sul do estado. Duas mulheres foram mortas e uma criança de 4 anos ficou gravemente ferida. Internado no Hospital de Pronto-Socorro de Porto Alegre, o menino estava em estado gravíssimo até a tarde de quinta, conforme a Secretaria Municipal de Saúde.

Berghann também havia se ferido no tiroteio. O confronto, conforme a Polícia Federal, aconteceu depois que dois carros, que fariam parte de um comboio, furaram a barreira.

A PF informou que os veículos iriam resgatar assaltantes de banco que haviam se escondido em uma área rural. O ataque a uma agência bancária ocorreu no dia 6 de julho, na cidade próxima de Dom Feliciano.

O homem que estava preso e morreu é apontado pela investigação como responsável pela ação de resgate. Após a prisão, prestou depoimento, acompanhado de uma advogada, e se reservou o direito de ficar em silêncio.

Uma das vítimas, Daniela Weizemann, estava no mesmo carro de Marcos, ela era esposa dele. O filho do casal é o menino de 4 anos que foi baleado e está internado no hospital.

No segundo carro estava a outra vítima, Aline Pirola, e a filha dela, de 2 anos. A criança não se feriu e foi resgatada por equipes de socorro. Aline era estagiária na Prefeitura de Lajeado.

Em entrevista, o superintendente da Polícia Federal no Rio Grande do Sul, delegado Alexandre Isbarrola, disse que as crianças e as mulheres podem ter sido colocadas no comboio de resgate “para dar aparência de legalidade ou de que era uma família em deslocamento.”

Ainda na quarta-feira (18), um carro com placas clonadas, que a polícia acredita ter relação com o comboio, foi apreendido em Cristal e é investigado.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem