Enquete

Qual seu interesse e posição pelas eleições Municipais do ano que vem?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Entrevista com o presidente reeleito da Cotrisel José Paulo Salerno

5 de fevereiro de 2018 | Arquivado em Geral, Rural | 304 views

 

Presidente da Cotrisel, José Paulo Salerno – Foto- Luís Garcia

Presidente da Cotrisel, José Paulo Salerno – Foto- Luís Garcia

A Cooperativa Tritícola Sepeense Ltda (Cotrisel) realizou Assembleia Geral Ordinária na terça-feira, 30 de janeiro, quando foi apresentado e aprovado o balanço do exercício de 2017. A reunião mobiliou os associados que também reelegeram o atual presidente, José Paulo Salerno e seu vice-presidente, Sinval Gressler e os demais membros do Conselho de Administração para os próximos 3 anos.

 JG: Uma avaliação sua sobre os números do balanço de 2017?

Salerno: O balanço foi bastante positivo, tivemos um aumento no faturamento de 8%, totalizando 712 milhoes de reais, assim como também tivemos um aumento no volume de soja  e arroz recebidos dos associados e um aumento também de 8% no volume de arroz vendido na marca, infelizmente os preços das duas commodities (Arroz e Soja) ficaram abaixo do esperado o que ocasionou uma sobra abaixo do ano anterior, mas foi um resultado bom em virtude do desempenho do varejo e do setor de insumos.

JG: Como foram as reuniões de núcleo, o que o associado mais enfatizou nesses encontros e que foram decisivos para a aprovação do balanço na assembleia geral?

Salerno: Os associados conhecem profundamente a situação das commodities e sabem dos preços e ações da Cotrisel para estar sempre ao lado do produtor rural associado e aprovaram os números por unanimidade.

JG: Além do balanço, tivemos esse ano, a eleição que lhe conduziu, juntamente com o vice-presidente Sinval Gressler, para mais 3 anos no comando da Cooperativa. Esse apoio maciço do associado, é um voto de confiança ao seu trabalho e do Conselho de Admnistração?

 

Salerno: Sem duvida, a responsabilidade que já é grande aumenta ainda mais, mas temos a confiança de todos no trabalho desenvolvido, com o crescimento da Cotrisel a nível regional no recebimento de Arroz e Soja, e com o crescimento de vendas de Arroz na marca Sepé a nível nacional.

JG: Diante desse desafio para mais 3 anos, qual o planejamento  de investimentos para o ano de 2018?

Salerno: Os desafios são grandes, principalmente na área do Arroz e como ressaltamos a todos nas reuniões preparatórias para a Assembleia Geral, os investimentos programados são menores do que os realizados ate agora e quase todos eles são para o cumprimento de legislações ambientais e trabalhistas.

JG: Qual a expectativa em relação a safra 2018, diante do cenário econômico e especialmente o fator climático.

 Salerno: A safra de Arroz deve ser grande mas acreditamos que não do tamanho da anterior, o que com o estoque de passagem existente, se não forem tomadas medidas para diminuição do mesmo, deve ocasionar um preço inicial bastante baixo. A Soja deve inicialmente se manter nos patamares atuais de preço, que também não são bons, e para mudar esta situação somente com problemas drásticos de clima no Brasil ou na Argentina, combinados com variações do Dolar, a produtividade da Soja ainda depende do clima na nossa região (chuvas mais regulares).


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem