Enquete

Qual seu interesse e posição pelas eleições Municipais do ano que vem?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Em Plenário – 25 de agosto- Luís Garcia

24 de agosto de 2018 | Arquivado em Opinião | 223 views

 

Luís Garcia

O povo e o picadeiro: Estamos em plena campanha política e, apesar de todos os escândalos da politica nacional ocorridos nos últimos tempos, os atores que estão escalados para representarem o povo continuam com o mesmo discurso e retórica. Estamos ansiosos para ver o comportamento do povo nas urnas, esse mesmo povo que vai para as redes sociais, cobrar, falar mal e até propor soluções para o país, como ele como eleitor, vai se comportar.

Quando eu falo que a retórica é a mesma, é só olhar o cenário das coligações e junções dos partidos que se formaram para esse pleito, chega ser cômico.

Vamos ter as “ditas” esquerda e direita, separadas e se odiando por vários cantos do país, já em outros locais, os tais ditos “inimigos politicamente” vão andar abraçados na busca pelos votos. Algumas coligações que se formaram em âmbito nacional, não se repetem nos Estados, durma-se com um barulho desses. A ideologia político-partidária há muito foi sepultada no Brasil, em nome dos “interésses” como dizia o dr. Brizola. No meio desse circo todo, o povo segue sendo o ator principal para fazer parte do picadeiro.

 

Reconhecimento aos bravos soldados: Aproveito este dia 25 de agosto, Dia do Soldado, para homenagear a todos os profissionais de São Sepé, aqueles que são leitores desse espaço e fazem parte da nossa gloriosa Brigada Militar. Em tempos tão conturbados, onde a criminalidade e as drogas avançam ocupando espaços importantes da sociedade, temos como contrapartida, cada vez mais, a baixa dos efetivos das policiais em nossas comunidades. Por isso, mais do que um abraço aos policiais que estão na ativa, que este dia 25 de agosto fique marcado pela reflexão e reconhecimento aos soldados que na maioria das vezes em situações adversas, se desdobram para cumprir a sua missão e dessa forma atender a população por uma melhor segurança.

Muitas vezes os policiais são massacrados nas redes sociais, mas aqueles que atacam a gente sabe muito bem os porquês.

Sou de um tempo em que quando criança, a gente enxergava um brigadiano na rua, corria para dentro de casa, era um misto de medo, mas muito mais de respeito pela autoridade policial. Hoje em dia, esse respeito não existe mais por uma grande parcela das pessoas, não são todos, mas quantos exemplos já tivemos de policiais agredidos e até mortos, sem falar que ainda há situações em que as viaturas são depredadas e queimadas. O inocente medo das crianças de antigamente, talvez fosse exagero, como também hoje é exagero esse desrespeito e falta de educação andar afrontando uma autoridade policial. Imaginem, se nem as autoridades são respeitadas, onde vamos parar como sociedade?

As malditas Fake News: Seguindo nessa linha do respeito e educação, fui procurado esta semana pela diretora da escola Maria José Valmarath, a professora Maria Helena Trindade, que anda preocupada com a imagem da escola, uma das mais importantes da nossa Rede Municipal de Ensino. Acontece que nessa semana, dois episódios foram parar na área policial. Um deles relacionado à agressão a uma mulher dentro da própria casa. A outra, em via pública, onde um adolescente foi atingido no rosto com um disparo de arma de fogo.

Bom, mas e você deve estar se perguntando e o que esses dois fatos tem a haver com a escola?

Eis a questão do comentário e do fato da diretora ter me procurado. Na verdade a escola não teve nada haver, não envolveu nenhum aluno ou pai, muito menos ocorreu nas dependências da escola, porém nas informações que foram repassadas, a escola foi usada como referência de onde ocorreram tais episódios.

Pois só isso bastou para criar um pânico em alguns pais e as redes sociais se inundarem, como sempre, de comentários “bestas” e infundados de que os disparos de arma de fogo foram na escola, que tinha aluno armado e muito mais. Quando falo que as redes sociais são uma arma perigosa e incontrolável, não é nenhum exagero. Todo mundo fala, diz o que bem entende, e a grande maioria sem o mínimo conhecimento de causa.

No fundo no fundo, gente que se comporta assim, podemos considerar como verdadeiras Fake News, que na verdade significa propagadores de “notícias falsas”. As fake são informações noticiosas que não representam a realidade, mas que são compartilhadas na internet como se fossem verídicas, principalmente através das redes sociais.

Feito esse registro, acho que dessa forma conseguimos esclarecer os fatos, procurando também demonstrar que a direção, professores e comunidade da escola da Maria José Valmarath estão sempre atentos com a segurança das nossas crianças e principalmente com a qualidade do ensino dos alunos.

 

Para Refletir: “Se você fracassar na educação de seus filhos, nada que fizer bem terá muita importância.” (Jaqueline Kenedy).

 

 


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem