Enquete

Qual seu interesse e posição pelas eleições Municipais do ano que vem?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Em Plenário- 18 de agosto – Luís Garcia

18 de agosto de 2018 | Arquivado em Opinião | 157 views

 

Luís Garcia

Insegurança Pública: A semana foi agitada na área policial em São Sepé. Morte com indícios de execução e acerto de contas, denuncias de estupro e agressão a uma mulher, assalto a agência dos correios e outras ocorrências que se denominam “chinelagem”, mas que perturbam a sociedade. Moradores do centro estão indignados com a perturbação do sossego, principalmente nas sextas, sábados e domingos.
Correria de carros e motos fazendo zerinho na rua em frente ao Centro Cultural, além de muita anarquia até o amanhecer, tem tirado o sono dos moradores.
Em meio a tudo isso, encontramos  a redução de efetivo,  o que dificulta ainda mais o trabalho ostensivo da pequena equipe de baluartes da Brigada Militar. Mesmo com algumas ações e esforço do comandante Magno, que volta e meia tem reforço do POE de Santa Maria, as coisas andam complicadas na área de segurança pública, que há muito tempo aqui e em outros pagos, virou INSEGURANÇA PÚBLICA.
Parece que nem mesmo o Sistema de Monitoramento de Câmeras, tem inibido a ação dos “ fora da lei”.
Esperamos que outras forças vivas da sociedade possam se somar a proposta do vereador Renato Rosso, que busca melhorar o efetivo policial na cidade. O vereador também  questiona a saída de cinco policiais da Brigada Militar nos últimos meses.
O parlamentar apurou também que uma outra dezena de policiais tem o desejo de virem para São Sepé, mas entre o desejo e a decisão de quem governa o Estado, o caminho tem uma enorme distância.
Esclarecendo: Essa semana o vereador Renato Rosso,  reconhecendo a credibilidade das informações desse espaço, nos solicitou para que diferentemente do que foi dito por aí, ele não tirou diária para receber o prêmio  da  “ Medalha Tiradentes”, promovido por uma empresa de pesquisa. Para quem não se inteirou do assunto, o programa Fantástico, da Rede Globo, mostrou que o Ministério Público está investigando empresas que vendem diplomas e medalhas a prefeitos e vereadores, através de pesquisas falsas e eventos promovidos só para pegar dinheiro de políticos.
O vereador Renato Rosso disse que recebeu o prêmio, mas que jamais usou dinheiro público para viajar ou para receber tal medalha.
DNA: Lembram do assunto que andei comentando outro dia sobre os “ Pais da Criança”?  Eu tô dizendo que é só as coisas andarem bem aqui pela terrinha ,que “alguns”,correm na frente e se intitulam os verdadeiros “pais da criança”.
O momento é oportuno para informar aos que não sabem e também para aqueles que buscam a “carona” nos ombros dos outros, que o Projeto Natal da Família Sepeense, nasceu em 2013, cresceu e segue sendo coordenado e executado pela Fundação Cultural Afif Jorge Simões Filho, tendo a participação, do prefeito, equipes da Prefeitura Municipal, voluntários da comunidade e Gabinete da Primeira Dama. Se alguém entender ao contrário, que trate de providenciar o DNA.
Transparência nas informações: Já comentei diversas vezes sobre esse tema, mas já que tem gente que não entende ou se faz que não compreende, vou explicar mais uma vez.
Seguidamente  temos questionamentos, criticas e até ofensas, contra os órgãos de imprensa da cidade, pelos critérios usados na colocação de fotos, nomes e até vídeos em ocorrências policiais.Pois vou responder por mim, que há mais de 30 anos estou nessa lida.
– Sempre que informado e que cheguei a tempo de cobrir os fatos, tendo acesso às informações oficiais, coloquei fotos e nomes dos envolvidos, mas nem sempre essa situação é possível.
– Se não consigo tirar foto frontal, também é porque a situação do momento não me oportunizou.
– Se não coloco nomes, é porque não tive acesso às informações, ficando assim, na dependência do que as autoridades vão liberar. É importante também dizer que cada delegado tem um critério, uns revelam nomes, outros não. E ainda há outra situação, onde nós da imprensa, temos que contribuir com as autoridades, não divulgando de imediato algumas informações para não atrapalhar as investigações.
– Quanto ao critério de exposição de fotos,  esclareço que se alguma foto dos acusados e suspeitos são publicadas de costas, é porque geralmente eles já estão dentro da Delegacia de Polícia e a liberação de imagens por parte da autoridade policial é só para que se tire as fotos com eles de costas, porém em via pública não.
Enfrentamos também situações de não sermos informados da ocorrência e aí a própria polícia mais tarde através de seu sistema de informação, envia por email  as imagens e dados, mas também ficando a critério de cada delegado o que divulgar.Portanto, não escolhemos publicar fatos e fotos só porque uma pessoa é mais rica ou pobre, branco ou preto, feio ou bonito, amigo ou inimigo, enfim…
– Importante também esclarecer que todas as vezes que dúvidas me surgiram recorri aos profissionais da área de advocacia, especialmente ao amigo, Claudio Adão Amaral de Souza, promotores, defensores públicos, delegados, policiais e até juízes, tudo para primar pela ética e transparência das informações.
Espero ter esclarecido, continuarei trabalhando com o mesmo critério que uso há 30 anos, prezando pela qualidade e seriedade das notícias.
O resto, bom, o resto é conversa pra boi dormir de quem realmente só quer criar polêmica nas redes sociais e assim tenta buscar holofotes para iluminar a escuridão no qual vivem.
Para Refletir: “Muitas pessoas acham que não são ouvidas porque são vítimas das circunstâncias, mas credibilidade conquistamos ou perdemos de acordo com as nossas atitudes e resultados. (Flávio Augusto).

Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem