Enquete

O Grêmio escapa ou não do rebaixamento?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


É preciso brincar para ser sério! – Sérgio da Silva Almeida

18 de fevereiro de 2021 | Arquivado em Opinião | 30 views

Sérgio da Silva Almeida

Às vezes o que precisamos é de uma pitada de bom humor para melhorar nosso dia. E os vídeos do repórter e comunicador Maurício Vieira da Cunha – que reside em Caçapava do Sul e é gerente geral da Rádio Caçapava AM 1070 e apresentador dos programas Grito do Quero-quero e Alma Campeira –, gravados na praia de Torres e postados em sua página no Facebook, têm ajudado os internautas a enfrentar as caras feias dos últimos dias. Na gravação, Maurício sai areia afora carregando o porta-óculos de um vendedor ambulante angolano, e oferecendo os acessórios ao veranistas: “Óculos, vários modelos. Não podemos perder o brique!”. E, ao se aproximar do imigrante africano, tira onda: “Sou lá de Angola, e você é de onde mesmo?”. Em outro vídeo, o brincalhão aparece empurrando um carrinho abarrotado de chapéus e viseiras de praia: “O senhor quer chapéu? Temos alguns para tapar as vistas!”. E depois ainda é visto empurrando um carrinho de picolé, fazendo espetinho de queijo coalho na churrasqueira e com uma choperia ambulante: “Óculos não vendeu. Chapéu saiu pouco. Picolé comi todos. Queijinho comi mais que vendi. Mas o chope bah! Esse eu fali… bebi tudo”, brincou.

A ciência tem comprovado que o bom humor, além de trazer benefícios para o bem-estar pessoal e profissional, pode melhorar a resposta imunológica do organismo, prevenindo doenças. E em tempos de pandemia, o sistema imune é o principal front de batalha contra a covid-19.

Tenho um temperamento positivista, extrovertido e brincalhão. E a exemplo de Clarice Lispector, que escreveu: “Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz”, eu tento levar um pouco de alegria para os outros. Quando chego à praça de pedágio, pergunto ao atendente: “Você costuma vir sempre aqui?”. Ele faz cara de que não entende, mas logo nós nos olhamos e caímos na risada.

Os problemas fazem parte da vida! Por isso, não devemos esperar uma vida sem problemas, apenas torcer para que eles sejam pequenos. Obviamente, num mundo cada vez mais estressado e estressante, não conseguimos ser bem-humorados o tempo todo. Principalmente quando parece que estamos carregando não só um piano, mas a fábrica de pianos inteira nas costas!

Portanto, se dar uma boa risada faz bem à saúde, que possamos nos espelhar no Maurício, e levar a vida a sério a ponto de vivê-la com bom humor. Como escreveu o filósofo Aristóteles: “É preciso brincar para ser sério!”. 


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Mensagem