Dia Nacional de Combate ao Álcool alerta sobre o consumo exagerado da bebida

18 de fevereiro de 2021 | Arquivado em Geral | 57 views

O período de 18 de fevereiro à 22 de fevereiro é considerado pelo Ministério da Saúde a Semana Nacional de conscientização e combate as drogas e ao alcoolismo. No dia de hoje especificamente é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Álcool.

A data tem o intuito de conscientizar a sociedade sobre os malefícios do consumo exagerado de bebida alcoólica. Apesar de ampla aceitação social o álcool também é considerado uma droga psicotrópica pois atua no sistema nervoso central e provoca mudanças no comportamento do sujeito podendo provocar dependência quando consumido excessivamente.

O consumo inadequado do álcool é considerado um importante problema de saúde pública pois o alcoolismo acarreta altos custos para a sociedade, e envolve questões médicas, psicológicas, profissionais e sobretudo familiares, podendo destruir famílias e a vida social de quem bebe muito. Vale ressaltar que a transição do “beber moderado” para “beber problemático” envolve vários aspectos como: biológicos, psicológicos e principalmente sociocultural.

Os sinais característicos da dependência podem incluir: aumento da quantidade de uso da substância, aumento da importância da substância na vida da pessoa, falta de controle em relação a quando parar e síndrome de abstinência que inclui sinais como: tremores das mãos, distúrbios gástricos, distúrbios do sono e estado de inquietação geral. Em casos mais graves o usuário pode apresentar tremores generalizados, agitação psicomotora e desorientação temporal e espacial. Além de ser prejudicial à saúde, a bebida alcoólica também é a causa de 50% dos acidentes de trânsito, segundo o DETRAN.

A informação é a principal ferramenta na luta contra a dependência do álcool e outras drogas. Uma das melhores formas de combate é falar do assunto e mostrar que o dependente tem outras possibilidades de vida e que existem outras formas de enfrentar situações de crise.

A dependência causa grande impacto na vida do indivíduo e também daqueles que estão ao seu redor. A família, em especial, é uma peça importante na prevenção do consumo. Inclusive, não são poucas às vezes em que o tratamento começa pela família, principalmente porque a pessoa não aceita seu problema, não reconhece que o uso de bebidas alcoólicas traz prejuízos ou está desmotivado para buscar ajuda.

Existem medicamentos que auxiliam nos períodos de abstinência inicial, assim como outros que podem amenizar os picos de ansiedade e sentimentos depressivos comumente associados ao uso de substância. Nem sempre é necessária uma internação hospitalar para desintoxicação, apenas nos casos mais graves. Tenta-se primeiramente o tratamento com atendimentos individuais e em grupo, acompanhado de medicação.

No município, existe uma unidade de referência para tratamento e acompanhamento da população dependente: o Ambulatório AD (localizado na Rua Plácido Gonçalves, número 1146), com equipe multidisciplinar capacitada para receber usuários de álcool, crack, cocaína e outras substâncias psicoativas. Em virtude da pandemia, as atividades em grupo estão reduzidas, mas algumas estão sendo retomadas gradativamente. Não é necessário o agendamento prévio para primeira consulta. A unidade trabalha com demanda espontânea e após o acolhimento inicial são realizados os demais encaminhamentos para continuidade do tratamento.

📞 Para mais informações: (55) 3233-1921 e Whatsapp (55) 99716-0102.

Fonte: A. I. Prefeitura Municipal de São Sepé


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem