Enquete

O que você vai fazer neste feriado de carnaval?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Decretadas prisões preventivas de suspeitos de vender oxigênio clandestino em Santa Maria

15 de outubro de 2019 | Arquivado em Polícia | 320 views

A Justiça decretou nesta segunda-feira (14) as prisões preventivas de um sócio e um funcionário da empresa que vendia oxigênio industrial como se fosse medicinal, em Santa Maria, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ambos estão presos desde sexta-feira (11), quando a fábrica clandestina foi descoberta pela polícia.

Também nesta segunda, o Centro Estadual de Vigilância em Saúde emitiu orientação à população e aos estabelecimentos para suspender imediatamente a utilização dos gases medicinais adquiridos pela empresa, por se tratarem de produtos sem procedência e sem qualidade adequada para uso humano.

Ainda conforme a Vigilância, a empresa nunca pediu alvará de funcionamento.

Além de Santa Maria, havia clientes em outras 15 cidades, como Paraíso do Sul, Piratini, Bagé, Caçapava do Sul e até em Curitiba, no Paraná.

Em depoimento à polícia, os presos ficaram calados. O segundo sócio da empresa prestou depoimento, e decidiu colaborar com a investigação. O advogado de defesa, Daniel Tonetto, nega que tenha havido troca de oxigênio. “Tudo será esclarecido no decorrer do inquérito policial e no judicial, quando ele terá amplo espaço para defesa”, afirma.

Oitenta e um cilindros continuam estocados no laboratório clandestino interditado. Segundo o delegado, o local oferece risco. “A gente vai acionar os órgãos de competência e de controle com toda a segurança, porque lá, sim, existe risco de explosões”, diz Antonio Firmino Neto.

Fonte: G1 RS


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem