Enquete

Quem da dupla Grenal vai se dar melhor em 2021?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Coloquem as crianças na sala – Sérgio da Silva Almeida

18 de dezembro de 2020 | Arquivado em Opinião | 41 views

Sérgio da Silva Almeida

Me senti honrado com o convite para um bate-papo com os alunos da Escola Cândida Fortes Brandão, de Cachoeira do Sul, durante a XVII Feira do Livro. Devido à pandemia, a fala aconteceu através de transmissão ao vivo de Live ontem à tarde.

Na abertura, uma ex-professora falou sobre a importância dos livros: “Como não aprendi a andar de bicicleta, quando o personagem está andando de bicicleta, eu me sinto como se estivesse andando também”. Depois, as crianças escutaram a patrona da Feira: “Cândida, que dá nome à escola, foi professora e poetisa, e costumava assinar com o pseudônimo de Canolifor, as primeiras sílabas de seu nome. Um exemplar de seu livro ‘Fantasias’ está exposto no Museu Municipal da cidade”.

Depois, uma professora de língua brasileira de sinais, vestindo camiseta da APADA (Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos, instituição que meu pai, José Benemídio Almeida, ajudou a fundar em 26 de março de 1987), ensinou inclusão às crianças através da história de Joca, um menino surdo, e o seu amigo Tibi, da obra de Cláudia Bisol. “Não há nada no mundo que a gente não consiga através do amor”, finalizou, emocionada.

Durante minha fala, contei como os livros entraram em minha vida. E fiz contação de história com slides do “O Esquisito da Praça da Caixa D’água,” obra infantil trabalhada nas aulas do 4º e 5º anos. O gibi, que envia a mensagem de que a aparência exterior de uma pessoa nem sempre reflete o seu interior, acabou ajudando a impulsionar o Ministério Público a voltar o olhar para uma das figuras mais queridas de Cachoeira do Sul: Marco Antônio Guidugli, professor aposentado que vivia em situação precária e perambulava pelas ruas. Outro dia, a repórter de um jornal do qual sou articulista o visitou na Casa Geriátrica onde ele vive e publicou matéria que alegrou meu coração: “Guidugli tem uma nova vida”.

Com tanta informação considerada imprópria por aí, que pode malograr a boa formação e educação das crianças, as escolas se esforçam para organizar eventos como este, que se pode aconselhar aos pais: “Coloquem os filhos na sala”.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem