Na balada

Veja todas as notícias desta categoria


Colunistas


Enquete

Qual seu interesse e posição pelas eleições Municipais do ano que vem?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Candidatos ao governo do Rio Grande do Sul participam de debate na RBS TV

4 de outubro de 2018 | Arquivado em Política | 101 views

Candidatos participaram do debate ao governo do RS — Foto: Joyce Heurich/G1

 

Cinco candidatos ao governo do Rio Grande do Sul participaram na noite desta quarta-feira (3) de debate na RBS TV, o último antes da votação em primeiro turno das eleições, no próximo domingo (7).

Participaram do debate, em ordem alfabética: Eduardo Leite (PSDB), Jairo Jorge (PDT), José Ivo Sartori (MDB), Miguel Rossetto (PT) e Roberto Robaina (PSOL).

O debate foi mediado pelo jornalista Elói Zorzetto e realizado nos estúdios da emissora por duas horas e quatro minutos.

No 1º bloco, as perguntas foram de tema livre, assim como no 3ª. No 2º e no 4º, houve 10 temas pré-determinados. O 5º bloco foi de considerações finais dos candidatos.

Veja quais foram as regras:

1º e 3º blocos

  • o candidato escolheu a quem perguntar;
  • foram 30 segundos para formular a pergunta;
  • o candidato escolhido para responder teve 1 minuto e 30 segundos para a resposta;
  • o candidato que perguntou teve um minuto para a réplica;
  • o candidato que respondeu teve um minuto e 15 segundos para a tréplica.

2º e 4º blocos

  • o mediador sorteou o tema sobre o qual foi feita a pergunta de um candidato ao outro;
  • o candidato escolheu a quem perguntar;
  • o candidato teve 30 segundos para formular a pergunta;
  • o candidato escolhido para responder teve 1 minuto e 30 segundos para apresentar sua resposta;
  • o candidato que perguntou teve um minuto para apresentar sua réplica;
  • o candidato que respondeu teve um minuto e 15 segundo para a tréplica.

Foram convidados para participar os candidatos de partidos com representação de pelo menos cinco representantes no Congresso Nacional, conforme a legislação eleitoral, e ainda os que apresentaram, na última pesquisa Ibope divulgada pelo Grupo RBS antes do debate, na quinta-feira (27), índice igual ou superior a 6%.

A ordem que os candidatos fizeram as perguntas foi sorteada em reunião realizada em 01 de outubro, com a presença de representantes de todos os candidatos participantes.

Considerações finais dos candidatos, na ordem do sorteio:

Jairo Jorge (PDT):

“Gaúchos e gaúchas, eu percorri todo o Rio Grande e pude ouvir que os gaúchos querem uma mudança de verdade, mas uma mudança segura. Eu tenho experiência, eu fui prefeito reeleito de Canoas, 71%, terminei o meu mandato com 77,8% de aprovação, pesquisa realizada pelo jornal Correio do Povo com as maiores cidades do Rio Grande. Eu deixei um legado de 835 obras, construí cinco UPAs, 14 escolas, pavimentei 444 ruas, deixei um legado. Mas também tripliquei a minha arrecadação, saindo daquela politica tradicional, que é exatamente de sempre aumentar impostos, eu diminuí impostos. É este legado que eu quero deixar, é essa experiência que eu quero transformar o Rio Grande. Eu estou propondo soluções: fundo para educação, RS Investimentos, que é áreas de terras que têm que ser investidas, dar dividendos, lucros pra segurança. E estou propondo também a retomada da Loteria do Estado do RS, criado lá, meus amigos e minhas amigas, por Bento Gonçalves em 1843. E esta loteria, nós vamos usar esses recursos para a saúde. Portanto, ideias novas, propostas novas, é esse o caminho do Rio Grande. Eu fui ministro-adjunto da Educação, eu sou um dos criadores do Prouni e eu acredito firmemente nesse caminho da Educação. Quero colocar toda a minha experiência porque eu acredito nós, gaúchos, eu acredito no nosso povo e eu acredito que o Rio Grande tem solução. Me dê um voto de confiança, vote 12 para que eu possa no segundo turno apresentar novos caminhos para o Rio Grande”.

Robaina (PSOL)

“Tem um poeta que disse que para o júbilo e para encontrar felicidade, o planeta está imaturo.Nessas eleições, nós temos visto que o Rio Grande e o país estão imaturos. Nós vemos inclusive a extrema-direita, algo novo no nosso país e estamos conscientes da nossa tarefa de derrotar a extrema-direita fascista, contrária aos trabalhadores, contrária às mulheres, à comunidade LGBT, movimento negro, essa direita representada pelo Bolsonaro. Nós sabemos muito bem que no processo eleitoral é necessário dar uma resposta que semeie, que plante para o futuro. Por que se ainda hoje o planeta está imaturo, nós sabemos que é preciso arrancar alegria ao futuro e para e é preciso fortalecer, votar no 50 e votar nos candidatos a deputado federal, deputado estadual do PSOL. Eu dizia que para arrancar alegria do futuro e preciso semear, é preciso plantar. O voto no PSOL, o voto no PCB é um voto para arrancar alegria ao futuro, e um voto pra fortalecer um projeto coerente em defesa dos trabalhadores e dos direitos civis, por isso pedimos os votos nos deputados federais, estaduais e no PSOL”.

Eduardo Leite (PSDB)

“Quero agradecer aqui a todos os que estão nos acompanhado, que nos acompanharam até o final deste debate. Quero dizer a vocês que eu estou com muita vontade de ser governador porque entendo que o nosso estado pode ter resultados melhores na vida das pessoas. Eu fui prefeito de Pelotas, uma cidade que é a terceira maior do estado, infelizmente a nona economia, sem ter a mesma riqueza que outras regiões têm, polo de uma região com muitas dificuldades econômicas. E mesmo assim tivemos resultados importantes para a população, que me deram 87% de aprovação. Provavelmente você conhece alguém de Pelotas. Pergunte. Pergunte como foram nossos governos. Nós não resolvemos todos os problemas, mas demos soluções. E assim as pessoas confiam mais no futuro da cidade. Isso me orgulha muito e me faz olhar para o estado do Rio Grande do Sul com a mesma consciência, mas dá para dar rumo, dá para dar direção ao nosso estado, para que ele supere os seus desafios. E fiz as nossas mudanças em Pelotas em quatro anos. Não precisei de oito, porque quatro anos não são quatro meses. Dá para fazer muita coisa, dá para melhorar e ativar nas pessoas o sentimento de confiança no futuro. No próximo domingo, eu quero o seu voto de confiança. Não quero apenas o seu voto. Quero a sua confiança. A confiança na política, a confiança de que podemos fazer juntos mais pelo nosso estado. Eu estou pronto, com vontade, tenho a experiência e quero governar junto com cada um dos gaúchos para transformarmos o Rio Grande para melhor. Muito obrigado. Vote 45”.

José Ivo Sartoti (MDB)

“Eu sou otimista com o futuro do Rio Grande do Sul. Nós temos uma gente trabalhadora, uma mão de obra especializada, uma agricultura boa, nossas empresas são fortes, os nosso jovens ainda tem ideais e tem sonhos., e vocês sabem todos que procurei durante todo esse tempo ser transparente e verdadeiro. Vocês me conhecem, vi hoje um festival de promessas, de algumas mentiras e muitos ataques. Eu quero continuar mudando o estado do RS. Um estado que esteja a serviço do desenvolvimento e a serviço de você e da sua família e para isso temos um plano, por isso estamos arrumando a casa e queremos continuar fazendo isso nós estamos aí com o Cairoli, com o Beto Albuquerque, com o Fogaça e com todos os nossos candidatos a deputado estadual e federal da nossa coligação Rio Grande no Rumo Certo. Porque queremos ter a confiança de todos mas acima de tudo construir a esperança. Mas que cada um faça a sua reflexão continuar no rumo certo ou começar tudo do zero mais uma vez. Por isso, peço vote no 15 e eu continuo dizendo que o meu partido e o Rio Grande”.

Miguel Rossetto (PT)

“O destino do Rio Grande e do Brasil não é a tristeza, o desalento, o desemprego, a desesperança. O nosso destino é outro. É um destino da esperança, da felicidade, um Brasil mais feliz, um Rio Grande que volte a se desenvolver. Eu quero falar com todos vocês, agricultores, milhares de agricultores, que construímos juntos o Plano Safra, o Seguro Agrícola, o Mais Alimentos, os milhares de jovens do Prouni, do Fies, das universidades federais, as milhares de famílias que pela primeira vez conquistaram direito à moradia, Minha Casa Minha Vida, pais e mães que querem uma escola como espaço de aprendizado, professoras, professores, policiais, vamos construir uma grande união nessa reta final da campanha. É preciso mudar o Brasil, mudar o Rio Grande, fazer do Rio Grande um estado mais justo, trabalho pra todos, que todos sejam respeitados, vivam em segurança, que a nossa diversidade seja valorizada, nós não queremos a violência, o ódio. Nós queremos a solidariedade, a paz, a esperança e a felicidade para todos. É isso que eu represento. É isso que o Haddad representa, que a Manuela representa no país. Vamos mudar o Brasil, vamos fazer o Brasil feliz de novo. Vamos mudar o Rio Grande, um Rio Grande mais justo. Falo em nome da Ana, do Paim, da Abigail. Vamos construir um novo estado. Eu te convido para essa grande caminhada, a caminhada da esperança e da mudança. Vote 13! Até a vitória”.

Fonte:G1 RS


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem