Enquete

Você acha que o Grêmio consegue esse ano o acesso a Série A?

Ver resultado

Loading ... Loading ...
SÃO SEPÉ Tempo

“Barnabés” Sérgio da Silva Almeida

9 de dezembro de 2021 | Arquivado em Opinião | 12 views

Seu nome era José. Porém, os apóstolos lhe chamavam de Barnabé. Ele foi um cristão que teve uma contribuição significativa no ministério de Paulo de Tarso, apóstolo que escreveu mais da metade do Novo Testamento. O que mostra que por trás de uma pessoa de sucesso, sempre há “Barnabés” que não aparecem.

Quando um estudante recebe o diploma acadêmico durante a colação de grau, é porque há professores “Barnabés” que o fizeram aprender o conteúdo que julgava difícil, e que não aparecem. Quando uma empresa recebe um prêmio qualquer, é porque nos bastidores há uma equipe de colaboradores “Barnabés” que trabalhou arduamente, e que não aparece. Quando um time ergue a taça do campeonato, é porque há uma comissão técnica formada por profissionais “Barnabés” e montada de forma a cobrir as necessidades de preparação dos jogadores, e que não aparece.

Na conquista do Atlético-MG, o massagista Belmiro Oliveira, de 70 anos de idade, se tornou o único bicampeão brasileiro. Eu conheci seu Belmiro, que havia sido campeão em 1971, durante minha passagem pelo Galo, em 1987. Além dele, dois massagistas do GE São José fizeram parte de minha carreira futebolística: Mancha e Armada. Ainda lembro de quando eu os via saindo da casamata do Estádio Joaquim Vidal na maior correria com uma mochilinha com éter, Gelol e água para atender aos atletas caídos no gramado. 

E não esqueço dos roupeiros do Zequinha cachoeirense Reni, o Banana, e Gerson, o Padre, que atualmente são funcionários do Clube Esportivo Bento Gonçalves. Eu fiz uma visita aos dois no Estádio Montanha dos Vinhedos e ganhei uma camisa do campeão gaúcho de 2020. Por onde passam, Banana e Padre não aparecem para a torcida, mas têm uma história com o clube.

O mundo está cheio de “Barnabés” que são imprescindíveis para que tudo funcione. Aquele que não os admira, por mais simples que sejam suas funções, merece viver só. 


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Mensagem