Enquete

Qual time gaúcho tem mais chances de ser campeão do Brasil?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Avós melhoram os netos – Sérgio da Silva Almeida

31 de julho de 2020 | Arquivado em Opinião | 30 views

Sérgio da Silva Almeida

Domingo foi o Dia dos Avós. E, devido ao isolamento social, foi preciso usar a criatividade para comemorar a data. A radialista e produtora de eventos cachoeirense Valéria Carvalho Dreyer postou em uma rede social a foto de sua mãe olhando emocionada para a tela do smartphone, com o comentário: “Vó Odila assistindo os vídeos que os netos mandaram”.

A Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre convidou netos de pacientes com covid-19 para enviarem mensagens via WhatsApp. Eu compartilhei o vídeo em minha página no Facebook. Vai lá e confere! Ah, se cresceu com seus avós por perto, não esqueça de pegar o lenço.

A convivência entre avós e netos faz bem para ambos os lados. Há estudos que comprovam que, entre os benefícios, os netos aprendem a conviver e a compreender os idosos, e os avós, pelo fato de cuidarem dos netos, acabam encontrando um novo significado na vida, o que pode aumentar a longevidade em cerca de cinco anos.

Porém, certamente você ouviu falar que “os pais educam e os avós estragam”. Em alguns casos, pode acontecer, mas acho a frase maldosa. E sou capaz de apostar que as possibilidades são mínimas, já que os meus avós maternos tiveram papel importante na minha formação como cidadão. E quando ouço que avós tiram a autoridade dos pais, conto que o máximo que “vô Enildo” fazia quando eu queria impor na casa dos meus pais a rotina quase sem proibições que tinha na casa de meus avós, era dizer à minha mãe: “Deixa o guri, Amália, deixa o guri!”. E tudo acabava em risos.

Os avós viveram em um mundo bem diferente. Por isso, eu incentivo o contato intergeracional entre meus filhos e meus pais. O Sergi adora falar sobre política e jogar xadrez com o avô. O José vê o “vô Zé” e o desafia para uma disputa de quebra de braço. E o mais legal é que meus pais costumam contar a eles histórias sobre o passado e sobre os nossos antepassados. Isso os ajuda a entender a família. Em troca, eles os incentivam a se conectarem às novas tecnologias. Minha mãe já está “tirando de letra” as videochamadas.

Sendo assim, num mundo onde os pais ficam fora o dia todo e os avós têm assumido o cuidado dos netos, já está mais do que na hora de desmistificar o ditado conflituoso e mudá-lo para: “Os pais educam e os avós melhoram”.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem