Na balada

Veja todas as notícias desta categoria


Colunistas


Enquete

Qual seu interesse e posição pelas eleições Municipais do ano que vem?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Autoridades e amigos falam da perda de Inca Tonetto

27 de setembro de 2019 | Arquivado em Geral | 1.902 views

A cidade de São Sepé está de luto com a morte do médico e ex-prefeito, Luiz Fernando Tonetto.

Nossa reportagem conversou com algumas autoridades e amigos do Dr. Inca, que demonstraram o quanto ele foi importante para a comunidade sepeense, deixando a sua marca no esporte, política, medicina e uma legião de amigos.

Confira as manifestações:

“Há 8 anos, quando chegava a São Sepé, fui muito bem acolhido pelo Dr. Luiz Fernando Tonetto que dizia muito que o povo sepeense precisava de mais médicos para ajudar a cidade. Mas com o passar do tempo, eu vi que que não seria somente o médico e sim, como ele, doutor de todos. O doutor Inca sempre ajudou a quem necessitou, atuando com carinho e amor, sempre tratou a todos da mesma forma, colegas de profissão, funcionários ou pacientes. Em nome do Hospital Santo Antônio de São Sepé e em meu nome, agradecemos muito a ele. Dizer ao povo sepeense que, infelizmente perdemos um grande amigo, um grande médico e um enorme coração. Que ele descanse em paz e nos proteja” . Dr. Dwanny Fonseca – Médico e vice-presidente do Hospital Santo Antônio.

“A morte precoce do Dr. Inca, com apenas 63 anos de idade, vai deixar um vazio muito grande na comunidade de São Sepé, além de um médico humanitário, um político honesto, tendo sido Prefeito e Vice-prefeito da nossa cidade, ligado às cores do MDB, como também um gremista ferrenho. Muito teria a dizer do amigo Inca, das parcerias, do futebol e das pescarias, mas quero só dizer que tenha o descanso merecido.  Paulo Renato Vargas – Executiva do MDB.

“Não poderia faltar o meu depoimento neste momento tão triste para todos nós. Desde ocorrido na terça-feira, vivemos as mesmas angústias dos familiares e amigos mais próximos. Tive o privilégio de ser não só amigo, mas de ter conquistado um grande irmão, pois em um dos momentos mais difíceis de minha vida, foi ele que me estendeu a mão, abrindo as portas da sua casa para me acolher.

Minha convivência com o Inca vem desde os tempos do futebol, entrevistas, transmissões de jogos e viagens com o Tabajara pelo Estado. Participei de diversas jantas, pescarias, junto com Nica, Alfredo, Martelinho, Rapa e a turma que sempre o acompanhou, sem falar que em jogos do Grêmio pela televisão, a janta era certa, nem precisava marcar.

Foi dentro de sua casa que, juntamente com a sua companheira da época, Alessandra Cavalheiro, fundamos o Jornal A Fonte. Mais tarde veio o Jornal do Garcia Online e todos esses projetos profissionais aconteceram com o apoio incondicional desse cara que era apaixonado pelos veículos de comunicação.

Pois não é que nesta semana o destino nos prega uma peça? Aliás, duas. A primeira, o acidente com o Inca que foi para Santa Maria, em estado grave. A outra, o telefonema de um familiar que estava no hospital, dizendo que ele havia falecido. Diante disso, como veículo de comunicação, informamos a notícia de sua morte, mais tarde retificada de que se tratava de morte cerebral, confirmada pelo seu irmão que também é médico.

Falo em pregar peça, porque o amigo que sempre me incentivou no meu crescimento profissional, tinha sido alvo de uma notícia distorcida num momento de tensão e desespero. Volto a dizer, fomos traídos pelo destino, eu e algumas pessoas que estavam envolvidas com tudo que estava acontecendo.  

Para aqueles que questionaram que faltou respeito com a família, não consideraram que por trás do veículo que informa, estava um ser humano, que também sofria profundamente com a notícia que recebera de um familiar de que ele tinha falecido. Quisera eu, que fosse fake news, essa fatalidade com meu amigo.

Muito mais poderia dizer, mas nesta hora só nos resta orar e superar os traumas que tudo isso deixou.

Ficarão em nossas memórias as boas lembranças e gratidão por essa personalidade ímpar que Deus mandou ao mundo para fazer o bem.

O Inca era o tipo de pessoa que pensava primeiro nos outros, esquecendo-se dele próprio. Vai com Deus meu irmão, obrigado pelos momentos de festa, futebol, pescaria e até das tristezas compartilhadas. Seja recebido por Deus e que tua alma brilhe neste infinito céu azul do teu Grêmio.” Luís Garcia – Diretor do Jornal do Garcia Online e JGTV.

 “É para todos nós uma grande perda, um grande cidadão, amigo e desportista, um profissional de raro senso humanitário que doou boa parte de sua vida para cuidar das pessoas.  Que seu exemplo seja seguido por todos, pois cidadãos deste quilate não podem ser esquecidos. Vá em paz, mano velho”. Prefeito de São Sepé, Leocarlos Girardello.

“ Eu só tenho gratidão por ter conhecido, convido e ter passado junto com minha família grande parte desse tempo com o Inca. Foi com ele que pude crescer como pessoa e profissional, sabendo aproveitar as oportunidades que ele me deu. Nas suas caminhadas e articulações políticas, ele não abria mão de que eu e minha família estivéssemos juntos. Vai com Deus, amigo e irmão, ficarão as boas lembranças. Nossa família foi a tua e sempre será” Nica Filipini Presidente do MDB de São Sepé

 “São Sepé não perde só um ex-prefeito, um político, um médico, perde alguém que, mesmo não sendo sepeense, fez muito por esta terra. Uma perda lastimável para todos nós.”  Kéio Santos- Vice-prefeito de São Sepé.

 “É um momento muito triste para quem milita na política e admira os homens públicos que defendem a democracia. Lembro que na década de 80, quando fui prefeito, tive a oportunidade de nomear na Prefeitura o jovem médico Luiz Fernando Tonetto, que jogava futebol, era envolvido em movimentos sociais. Foi na nossa juventude que surgiram os apelidos: Pelado para mim e chamávamos ele de Zacotegui. É um amigo, uma figura ímpar e um adversário leal que tive. O Inca sempre foi um homem vocacionado a servir as comunidades mais vulneráveis, e por isso será sempre amado e lembrado. Recordo que ele escolheu fazer os atendimentos médicos em um posto de saúde, onde hoje é a escola Gabriel Brenner, na Cristo Rei. Naquele tempo, a Prefeitura fazia constantes investimentos públicos em saúde e grande parte do sucesso daquele trabalho se deu pela equipe que ele chefiou. Apesar das divergências políticas, sempre tivemos muita afinidade ideológica. A partida dele significará uma perda muito grande para a cidade.” João Luiz Vargas – Advogado.

” É com muita tristeza que o PP de São Sepé recebe a notícia do falecimento do nosso estimado Inca. Dr. Luiz Fernando Tonetto foi exemplo para todos, construiu Governo e gestão ao lado de grandes Progressistas Sepeenses, deixou seu nome marcado na história da nossa Cidade. Salvou vidas, disponibilizou seu tempo aos amigos, familiares e pacientes. Sua falta já é sentida. Estamos em luto por ti Dr. Inca. Descanse em Paz e ao lado dos bons”. Cláudio Adão Amaral de Souza, Vice-Presidente do PP de São Sepé.

 “Perdemos um grande líder político mas, acima de tudo, um cidadão comprometido com o social. Somos gratos por tudo, descanse em paz.” Paulo Nunes, Presidente da Câmara de Vereadores de São Sepé.

” Nos que tivemos a oportunidade de trabalhar e conviver com Inca, podemos dizer do ser humano que foi, um homem que sempre esteve pronto para servir, não tenho nenhuma dúvida que fará muita falta uma lástima que muitos só irão se dar conta agora, e uma perca insubstituível” Valmi Giuliani Executiva do PPS de São Sepé.

 “Em nome do PT de São Sepé,  abraçamos fraternalmente a família enlutada  pela perda de nosso amigo Inca Tonetto,  compartilhando nosso abraço à dor aguda desta partida. Ao mesmo tempo em que lamentamos a despedida, somos agradecidos a Deus por ter nos dado a oportunidade de conviver com alma tão iluminada. Que seu exemplo como ser humano, médico e político possa ser seguido pelos que aqui ficam e que o Pai Infinito o acolha em seus domínios e o saiba recompensar por seus muitos méritos”  Júlio Lima – presidente Partido dos Trabalhadores de São Sepé.

“O Coral Municipal Vozes da Pulquéria sempre ressalta o apoio das administrações que passaram e da atual gestão para com a cultura e, especificamente para com o Coral, e com tristeza acompanhamos a partida do Dr. Luiz Fernando Tonetto, Dr Inca, ex-prefeito e amigo do grupo. Mesmo antes de estar à frente da prefeitura ele já tinha com o Vozes uma relação de afinidade que surgiu através de alguns coralistas que mantinham contato com ele, e que se solidificou com os anos. Muitas vezes o Coral lhe fez serenatas e também muitas vezes ele viajou com o grupo representando São Sepé em eventos no Estado.

Apreciador da boa música, não media esforços para ver e ouvir “Em Memória de Mim”, uma canção cristã; e em uma ocasião, trouxe com recursos próprios, o Maestro Setembrino para que com seu sax fizesse dueto com o Vozes da Pulquéria, na Igreja Matriz.

Mas “Amigos para Sempre” o emocionava muito e, com certeza é a trilha sonora que marca a história do grupo com ele! Nos 25 anos do Coral Municipal Vozes da Pulquéria, comemorados no salão paroquial, Dr. Inca recebeu junto com as demais autoriades, uma homenagem de carinho.Ficam as boas lembranças e a nossa solidariedade aos familiares do homem público, do médico e, acima de tudo, do grande Ser Humano Inca Tonetto. Gratidão!

Dioneia Morato – Presidente do Coral Municipal Vozes da Pulquéria.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem