Enquete

Você aposta na classificação dos times gaúchos na Libertadores 2020?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


Arrozeiros realizam grande movimento em defesa da classe

31 de janeiro de 2018 | Arquivado em Geral, Rural | 341 views

 

Arrozeiros estão mobilizados

Arrozeiros estão mobilizados

 Movimento “Te Mexe Arrozeiro 2018” iniciou pelas redes sociais e pretende ganhar voz em todo o país. Nesta quarta-feira, mais de duas mil pessoas entre agricultores de diversas cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e pessoas ligadas ao seguimento participam da assembleia, no Centro de Eventos de Restinga Sêca, para debater e reivindicar ações efetivas no combate à crise do setor neste período, que antecede a colheita do cereal deste ano. Uma das principais bandeiras do movimento é o alto custo na produção comparado ao preço da venda do produto.

Na abertura do evento, o prefeito Paulo Ricardo Salerno, que tem ligação com a agricultura, disse que a administração municipal está sempre à disposição da classe para tudo que for necessário. “É indispensável ter essas discussões e se reunir para debater questões primordiais para os agricultores. Estamos sempre à disposição porque sabemos o quanto nosso produtor é importante na geração de alimento, emprego e renda para o nosso país”.

Conforme o secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente de Restinga Sêca e agricultor, Cláudio Roberto Possebon, o Município foi escolhido para a realização do evento devido à região possuir grande parte da concentração de arrozeiros do estado. “Oferecer uma estrutura adequada para a classe é essencial levando em conta a importância do arroz para a economia regional” comentou.

Segundo o presidente da Associação dos Arrozeiros de Restinga Sêca e vereadores, André Tonetto, a prioridade é conseguir aumentar o preço do arroz a poucos dias da entrega da safra.

No período da tarde, a comissão formada por agricultores de diversas partes do Rio Grande do Sul se reuniu com os presidentes, da Farsul, Gedeão Silveira Pereira, e da Federarroz, Henrique Osorio Dornelles, para cobrar providências das demandas ouvidas na assembleia geral que ocorreu na parte da manhã.

A pauta que permeou a assembleia durante o dia possuía quinze temas de reivindicação. São eles: Durante o dia, foram utilizados quinze temas pré-definidos para abordar a assembleia. São eles:

  1. Renegociação de dívidas do setor com prazo e condições reais de pagamento;
  2. Seguro de renda para a cultura;
  3. Ajuste dos preços mínimos ao real custo de produção das lavouras irrigadas (R$ 43,00);
  4. Disponibilização de mecanismos de comercialização AGFs, PEP Exportação e Pepro com base nos preços mínimos revisados pelo custo de produção;
  5. Reinserção dos arrozeiros ao crédito oficial mediante renegociação e securitização das dívidas em condições de pagamento condizentes com a realidade da lavoura;
  6. Redução dos juros e custos do crédito oficial;
  7. Liberdade de compra de insumos permitidos no Brasil (por princípio ativo) e fertilizantes no Mercosul com isenção de impostos de importação;
  8. Equalização das tarifas de ICMS entre os estados brasileiros;
  9. Aplicação da Lei Goergen que obriga fiscalização e testes fitossanitários em arroz importado para identificar a presença de resíduos, defensivos proibidos e contaminações;
  10. Leis mais rigorosas para fraude na tipificação do arroz à venda com penas rigorosas para indústrias e industriais/responsáveis;
  11. Redução dos juros e prazos de vencimento para o crédito privado liberado pelas indústrias;
  12. Fortalecimento das entidades arrozeiras e maior representatividade dos pequenos e médios produtores da Depressão Central;
  13. Transparência na elaboração e divulgação de dados de safra pelas organizações públicas para evitar impacto negativo ao mercado;
  14. Formar uma comissão representativa;
  15. Medidas de apoio à exportação.
Lideranças do Agronegócio e políticas durante o evento-

Lideranças do Agronegócio e políticas durante o evento-

.

.

( Fotos Roger Bolzan da Silva)


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem