Enquete

Você aposta na classificação dos times gaúchos na Libertadores 2020?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


A vida volta logo “pro” lugar – Sérgio da Silva Almeida

14 de outubro de 2019 | Arquivado em Opinião | 55 views

A vida volta logo “pro” lugar

Alguém escreveu que “na vida nem tudo são flores… às vezes são cactus”. Verdade! No início da semana passada, dei palestra para empresários no Dall’Onder Hotel, em Bento Gonçalves. No fim da tarde do outro dia, segui para Novo Hamburgo, onde palestrei para empreendedores na ACI. Porém, o movimento intenso de caminhões na descida da serra e o limite baixo de velocidade da rodovia fez com que a viagem durasse mais de duas horas e cheguei em cima do laço no evento.

Após minha fala, amigos me levaram para jantar no Mais Pastel – Pastelaria e Restaurante. Sou fã do pastel de camarão dos ‘caras’! Quando retornei ao carro que estava estacionado no outro lado da rua, notei um vidro quebrado e dei falta da maleta que, devido a um momento “babaquice”, deixei sobre o banco traseiro. Aí me dei conta que estava vivendo “um dia de cactus”.

Com a maleta se foi o notebook que continha arquivos e meu novo livro infantil educativo que gastei três anos escrevendo. Além dos arquivos em Power Point com as palestras que iria dar na quinta-feira, no Secohtur, e no domingo, no Altadomo Hotel, em Santa Maria. O jeito foi “queimar os miolos” para refazê-las e poder cumprir os compromissos – o que fiz com o entusiasmo de sempre. Deu um trabalhão!

Eu tinha o hábito de reclamar quando algo de ruim acontecia em minha vida. Porém, um dia li num livro que reclamar significa “clamar duas vezes, pedir duas vezes”. E notei que quanto mais eu reclamava, mais recebia o que não queria. Desde então, passei a aceitar aquilo que não posso mudar e digo a mim mesmo: “Grandes coisas estão por vir”. E sempre vem!

No sábado visitei a Feira do Livro de Cachoeira do Sul, da qual fui o patrono no ano passado, para prestigiar o lançamento das obras de alguns colegas escritores. Foi legal! Passei “uma tarde de flores” revendo amigos e conversando com leitores de minha coluna no jornal da cidade. E mais uma vez experenciei que o importante não é o que acontece comigo, mas como reajo, pois, plagiando a frase da música “Felicidade”, de Fábio Júnior… “logo a vida volta pro lugar”.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem