Enquete

Qual time gaúcho tem mais chances de ser campeão do Brasil?

Ver resultado

Loading ... Loading ...

Previsão do Tempo


A importância da Agroecologia na escola – Rosane Pereira

31 de agosto de 2020 | Arquivado em Geral, Opinião | 68 views

Rosane Pereira

A importância da Agroecologia na escola

Me chamo Rosane Pereira sou aluna do Curso de Licenciatura em Educação do Campo, estou no 8º semestre, este resumo faz parte de projeto desenvolvido na disciplina de Seminário Educador II, onde buscamos salientar a importância da Agroecologia na escola.

Neste momento atípico a Agroecologia representa um exemplo de grande inspiração numa abordagem sistemática e poderosa neste momento de pandemia do coronavirus, a Agroecologia pode ajudar a explorar os vínculos entre a agricultura e a saúde, demonstrando o modo como a agricultura é praticada pode promover ou não saúde. Diante da busca por produtos saudáveis, a Agroecologia vem de encontro com a Educação do Campo, que busca orientar através de atividades educativas, suporte metodológico com o intuito de informar, orientar e mobilizar a população sobre agricultura sustentável. Salientando qual o papel da Agroecologia na escola, fazendo com que os alunos despertem para a sua consciência ecológica desde sua entrada na escola. A agroecologia é tanto uma ciência quanto um conjunto de práticas, pois como ciência se desenvolve a partir de conhecimentos e de técnicas experimentadas por agricultores, camponeses em diferentes épocas e lugares do mundo. A agroecologia representa a base cientifica que confronta a agricultura industrial capitalista, que é o modelo ainda hegemônico, embora já integre a crise geral do capitalismo A agricultura chamada “moderna ou industrial” é, no entanto a agricultura das monoculturas, dos agrotóxicos, das sementes transgênicas, das mercadorias estocadas. Em contraponto vem a agricultura que preserva a natureza, onde os alimentos possam ser fonte de saúde, de alegria de vida que proteja a construção de novas relações sociais de produção, fundamentada num modelo em que ao mesmo tempo seja produtiva e também ecologicamente equilibrada e que conserve a biodiversidade.

Neste contexto cabe repensar a Educação do Campo, para que os alunos recebam orientações sobre novas tecnologias, para que estas sejam utilizadas como ferramentas a favor de uma agricultura sustentável garantindo novas gerações com a produção de produtos saudáveis, possibilitando saúde e equilíbrio ecológico. Gerando lucratividade e qualidade de vida. A Educação do Campo garante aos trabalhadores e comunidade o direito a escola do e no campo, viabilizando o modo de vida e o cidadão do campo. Significa apoiar, sustentar, conservar como se deve agir em relação à natureza. Confirmando que educação e sustentabilidade andam juntas. A sua relação com o meio ambiente e a agroecologia contribui para uma nova visão a agroecossistemas que podem ser desenvolvidos na escola do campo, juntamente com os processos educativos que envolvam a produção a agroecossistemas na escola ou nas casas dos estudantes. O cenário atual demonstra necessidade de mudanças urgentes e por tudo isso a agroecologia é a melhor alternativa, pois é capaz de entrelaçar saberes provenientes das Ciencias naturais e Ciencias Sociais rompendo assim a dicotomia entre a cultura e a natureza. Por isso concebe ao mundo uma perspectiva socioecologica, onde tanto as desigualdades sociais como as ambientais fazem parte do mesmo. Evidenciando que a agroecologia, mais do que uma alternativa é talvez a solução para a cura do planeta.


Mapa do Site

Fale Conosco

Fale conosco

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Mensagem